sábado, 3 de outubro de 2009

E o grid?

vettel


A ordem definitiva de largada para o GP do Japão foi oficializada pela FIA apenas na manhã do domingo, madrugada no Brasil.

Aliás, fazia tempo que não acompanhava uma sessão de treinos tão tumultuada. Primeiramente, devemos lembrar que Mark Webber bateu no terceiro treino livre e sequer participou da classificação.

E tome bandeira vermelha

Durante o Q1, Buemi e Kovalainen sofreram pequenos incidentes na Curva Degner, mas conseguiram se recuperar e avançar na classificação. No fim, ninguém se surpreendeu quando Giancarlo Fisichella, Kazuki Nakajima, Romain Grosjean e Vitantonio Liuzzi foram os primeiros eliminados da disputa.

No início da segunda parte do treino, a Degner fez mais uma vítima: o espanhol Jaime Alguersuari, da Toro Rosso, que bateu forte na proteção de pneus e provocou a primeira interrupção do treino.

Minutos depois, foi a vez de Glock bater e provocar bandeira vermelha. O alemão sofreu um corte na perna esquerda e, por conta de fortes dores nas costas, foi levado de helicóptero até um hospital próximo à Suzuka.

No fim, Nico Rosberg, Fernando Alonso e Robert Kubica não conseguiram passar de fase, enquanto Sutil e Buemi levaram, respectivamente, Force India e Toro Rosso à superpole.

O suíço, no entanto, sofreu mais um acidente, que provocou uma bandeira amarela no momento em que Button e Barrichello faziam suas voltas rápidas. Por conta dos danos em seu bólido, inclusive, não voltou mais para a pista.

Vettel e a volta perfeita

No início do Q3, mais uma bandeira vermelha foi agitada no circuito. Kovalainen escapou na curva localizada após o grampo e danificou a caixa de câmbio de sua McLaren.

Na retomada da sessão, os piltotos tiveram pouquíssimo tempo para brigar pela pole. Com isso, Vettel se deu bem ao cravar a melhor volta em sua primeira tentativa. Trulli ficou com o segundo tempo, a 0s060 do representante da Red Bull.

Punições e mais punições...

A primeira punição do final de semana, foi ministrada logo depois do terceiro treino livre, já que Vitantonio Liuzzi teve de trocar o câmbio. Como ele ficou em 19°lugar, o grid não mudaria em função disso.

Horas depois do encerramento do treino oficial, os comissários confirmaram que Rubens Barrichello, Jenson Button, Fernando Alonso e Adrian Sutil seriam punidos por terem realizado os seus melhores tempos no Q2 sob bandeira amarela.

Além deles, Sebastian Buemi também perdeu cinco posições no grid por ter causado duas bandeiras amarelas.

Em razão da batida no Q3, Heikki Kovalainen precisou trocar a caixa de câmbio de seu carro, o que também lhe fez perder cinco posições, alterando novamente o grid para a etapa de Suzuka.

No total, contando com Timo Glock, que precisaria de um novo chassi, foram oito punições neste treino.

De acordo com o regulamento da Fórmula 1, as várias punições foram aplicadas na ordem em que cada uma delas foi oficializada pelos comissários esportivos da corrida de Suzuka.

No primeiro anúncio, por exemplo, Barrichello havia ficado em nono, mas a punição foi reduzida.

E assim ficou o grid de largada:

1. Sebastian Vettel, Red Bull
2. Jarno Trulli, Toyota
3. Lewis Hamilton, McLaren
4. Nick Heidfeld, BMW Sauber
5. Kimi Raikkonen, Ferrari
6. Rubens Barrichello, Brawn GP
7. Nico Rosberg, Williams
8. Adrian Sutil, Force India
9. Robert Kubica, BMW Sauber
10. Jenson Button, Brawn GP
11. Heikki Kovalainen, McLaren
12. Jaime Alguersuari, Toro Rosso
13. Sebastien Buemi, Toro Rosso
14. Giancarlo Fisichella, Ferrari
15. Kazuki Nakajima, Williams
16. Fernando Alonso, Renault
17. Romain Grosjean, Renault
18. Vitantonio Liuzzi, Force India
19. Mark Webber, Red Bull

Edit: Atualizações e Curiosidades

glock

* Timo Glock não participou dos dois treinos livres da sexta-feira em Suzuka. Com febre decorrente de uma forte gripe, foi substituído pelo atual campeão da GP2 Asia, o japonês Kamui Kobayashi.

* Inclusive, Kobayashi se tornou o primeiro terceiro piloto a participar de um treino na atual temporada.

* Além dele, Jaime Alguersuari, Sébastien Buemi, Timo Glock, Romain Grosjean, Lewis Hamilton, Heikki Kovalainen e Kazuki Nakajima debutaram em Suzuka.

* Sebastian Vettel, pela BMW-Sauber, e Adrian Sutil, pela Spyker, chegaram a participar dos treinos de sexta feira no GP do Japão de 2006, em Suzuka, quando o terceiro carro de cada equipe era liberado para participar das seções.

* O acidente sofrido por Timo Glock deixou o piloto de fora do GP do Japão. Por conta de um corte de cinco centímetros na perna esquerda, o alemão foi aconselhado pelos médicos e pela equipe a não disputar a prova.

* A Toyota tentou inscrever o terceiro piloto Kamui Koboyashi, com a alegação de que ele tinha participado das sessões de sexta-feira. Os comissários rejeitaram a sugestão, já que o regulamento impede a participação na corrida de alguém que não treinou em qualquer sessão do sábado.

* Faltaram compostos moles para Raikkonen no Q3. Por isso, o finlandês foi obrigado a participar do superpole com pneus duros.

* Esta foi a quinta pole position do alemão Sebastian Vettel. Com isso, o alemão igualou as marcas de Giuseppe Farina, Chris Amon, Clay Regazzoni, Patrick Tambay e Keke Rosberg.

* Antes de bater no Q3, Heikki Kovalainen registrou a maior velocidade do treino ao atingir a marca de 313.0 km/h. Seu companheiro na McLaren, o inglês Lewis Hamilton, ficou com a segunda maior média, com 311.0 km/h.

*As estratégias:

01. Sebastian Vettel, Red Bull, 658.5kg
02. Jarno Trulli, Toyota, 655.5
03. Lewis Hamilton, McLaren, 656
04. Nick Heidfeld, BMW Sauber, 660
05. Kimi Raikkonen, Ferrari, 661
06. Rubens Barrichello, Brawn GP, 660.5
07. Nico Rosberg, Williams, 684.5
08. Adrian Sutil, Force India, 650
09. Robert Kubica, BMW Sauber, 686
10. Jenson Button, Brawn GP, 658.5
11. Heikki Kovalainen, McLaren, 675
12. Jaime Alguersuari, Toro Rosso, 682.5
13. Sebastien Buemi, Toro Rosso, 665.4
14. Giancarlo Fisichella, Ferrari, 661.5
15. Kazuki Nakajima, Williams, 695.7
16. Fernando Alonso, Renault, 689.5
17. Romain Grosjean, Renault, 691.8
18. Vitantonio Liuzzi, Force India, 682.5
19. Mark Webber, Red Bull, n/a

* Após o treino classificatório para o GP do Japão, o placar das disputas internas das equipes em grid de largada ficou assim:

McLaren Mercedes: Hamilton 11 x 4 Kovalainen
Ferrari: Fisichella 0 x 3 Raikkonen
BMW Sauber: Kubica 8 x 7 Heidfeld
Renault: Alonso 5 x 0 Grosjean
Toyota: Trulli 11 x 4 Glock
Toro Rosso Ferrari: Alguersuari 0 x 6 Buemi
Red Bull Renault: Webber 1 x 14 Vettel
Williams Toyota: Rosberg 12 x 3 Nakajima
Force India Ferrari: Sutil 3 x 0 Liuzzi
Brawn Mercedes: Button 7 x 8 Barrichello

2 comentários:

Marcelonso disse...

Grande Felipão,

Estou acordado para não perder a largada.

O treino foi bem movimentado, a pista de Suzuka é muito tecnica,e não perdoa erros.
A molecada tá acostumada com pistinha de video game,em Suzuka o buraco é mais embaixo.

abraço

Bruno Santos disse...

êêêêêêêê, Felipãããããoooo!
hahahahahaha