domingo, 13 de fevereiro de 2011

A volta

Tentando organizar uma volta no espaço http://mofof1.blogspot.com/...

Visitem!

domingo, 30 de maio de 2010

Hamilton lidera dobradinha da McLaren na Turquia

Hamilton e Button TUR

Mesmo com a McLaren muito forte na Turquia, o esperado mesmo era um domínio da Red Bull, ainda mais depois da pole position de Webber no sábado. O australiano confirmou o favoritismo na largada, quando manteve a primeira colocação. Sebastian Vettel, que saia em terceiro, tentou tomar a posição de Lewis Hamilton, mas o inglês foi valente e retomou o segundo lugar.

Ao decorrer da prova, Hamilton passou a precionar o então líder Mark Webber até o momento da troca de pneus. Os dois pilotos entram juntos nos boxes, mas a McLaren demorou demais. Além do campeão de 2008 perder contato com o australiano, ele também caiu para terceiro. Nesse momento da corrida a dobradinha da Red Bull era praticamente certa.

Webber e Hamilton TUR

Só que Vettel estava com sede de vitória e partiu em busca da liderança, que pertencia a seu companheiro de equipe. A pressão do jovem alemão era grande e ultrapassar parecia apenas uma questão de tempo.

Quando chegou o momento de Sebastian Vettel realizar a ultrapassagem o inesperado aconteceu. Ele encostou, colocou de lado e tinha a preferência da curva, uma manobra normal até então. Webber manteve sua linha e de forma afoita o alemãozinho da RBR se chocou com o australiano. Fim de prova para Vettel, que sem razão saiu dizendo que o veterano era louco.

Vettel TUR

A liderança caiu no colo da McLaren, com Hamilton em primeiro e Button em segundo. Mark Webber ainda conseguiu sustentar a terceira colocação e manteve a ponta do mundial de pilotos.

Parecia que a corrida seguiria sem maiores disputas, já que a equipe de Woking estava com as mãos na vitória. Mas o atual campeão não se conformou com o segundo lugar e travou uma linda batalha pela primeira posição. Lewis Hamilton chegou a ser ultrapassado, mas deu o troco e sustentou a liderança da prova.

Hamilton vence TUR

No fim, dobradinha da McLaren e vitória de Hamilton após nove GP’s. A Ferrari, que completava 800 Grandes Prêmios, não teve motivos para comemorar diante do sétimo lugar de Felipe Massa e da oitava colocação de Fernando Alonso. A escuderia italiana vai ficando para trás na temporada.

O campeonato continua em aberto depois desse Grande Prêmio da Tuquia. A Red Bull precisa colocar a casa em ordem, pois os ingleses já chegaram. Daqui duas semana o Canadá será a próxima parada da Fórmula 1 e as favoritas continuam sendo RBR e McLaren.

Resultado Final

1°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), 58 voltas em 1h28min47s620
2°. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 2s645
3°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 24s285
4°. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 31s110
5°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 32s266
6°. Robert Kubica (POL/Renault), a 32s284
7°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 36s635
8°. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 46s544
9°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 49s029
10°. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 1min05s650
11°. Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari), a 1min05s944
12°. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 1min07s800
13°. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes), a 1 volta
14°. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 1 volta
15°. Vitaly Petrov (RUS/Renault), a 1 volta
16°. Sebastian Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
17°. Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth), a 1 volta
18°. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth), a 2 voltas
19°. Lucas Di Grassi (BRA/Virgin-Cosworth), a 3 voltas
Não completaram:
Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth), 53/abandono
Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth), 47/abandono
Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 40/acidente
Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth), 34/abandono
Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth), 33/mecânico

sábado, 29 de maio de 2010

A pole é de Webber novamente

Webber TUR

A sensação dessa temporada mostrou que vive um grande momento em sua carreira. O veterano Mark Webber, da Red Bull, cravou sua quarta pole positon no ano, dessa vez para o Grande Prêmio da Turquia. O australiano tem se mostrado um adversário difícil de ser batido e com certeza estará na luta pelo título mundial.

Lewis Hamilton, com a McLaren, conseguiu um ótimo segundo lugar. O inglês está confiante e diz que a equipe de Woking tem totais chances de superar os carros da RBR. Hamilton larga uma posição à frente de Sebastian Vettel, que sai em terceiro.

Jenson Button, em quarto, completa o domínio de Red Bull e McLaren no circuito de Istanbul Park. A Ferrari não passou de um oitavo lugar com Felipe Massa e uma décima segunda colocação com Fernando Alonso.

A largada para o GP da Turquia será neste domingo às 09h, horário de Brasília.

Grid de largada:
1°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), 1min26s295
2°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), 1min26s433
3°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 1min26s760
4°. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), 1min26s781
5°. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min26s857
6°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min26s952
7°. Robert Kubica (POL/Renault), 1min27s039
8°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min27s082
9°. Vitaly Petrov (RUS/Renault), 1min27s430
10°. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), 1min28s122
11°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), 1min27s525
12°. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min27s612
13°. Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari), 1min27s879
14°. Sebastian Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), 1min28s273
15°. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), 1min28s392
16°. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), 1min28s540
17°. Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth), 1min28s841
18°. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes), 1min28s958
19°. Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth), 1min30s237
20°. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth), 1min30s519
21°. Timo Glock (ALE/Virgin-Cosworth), 1min30s744
22°. Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth), 1min31s266
23°. Lucas Di Grassi (BRA/Virgin-Cosworth), 1min31s989
24°. Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth), 1min32s060

terça-feira, 25 de maio de 2010

Istanbul Park é a próxima parada

A história do Grande Prêmio da Turquia ainda é bem recente e neste final de semana será realizada apenas a sexta edição da prova. Mesmo assim, já existe um piloto acostumado a fazer sucesso no circuito de Istanbul Park.

gp-turquia-03_640x408

Felipe Massa, da Ferrari, foi quem mais venceu em terras turcas. Em cinco corridas o brasileiro conquistou três vitórias (2006, 2007 e 2008), todas pela equipe italiana. Além de vencer, Massa também largou na pole position em todos seus triunfos.

No ano de 2005 Felipe pilotava pela Sauber e deixou a prova com problemas no motor. A vitória ficou com Kimi Raikkonen, que na época estava na McLaren. Na temporada passada a Ferrari não tinha carro para brigar pelas primeiras colocações e Massa terminou em sexto. O piloto vencedor acabou sendo o inglês Jenson Button, a bordo da Brawn GP.

Mesmo tendo bons desempenhos em território turco, Felipe Massa está bem longe de ser rotulado favorito ao GP da Turquia dessa temporada. O brasileiro tem sido incostante e na maioria das vezes seu companheiro de equipe é superior. Veremos se Felipe será capaz de mudar essa situação.

Pelo jeito o favoritismo vai ser mais uma vez da Red Bull. A tendência é Mark Webber e Sebastian Vettel dominarem as ações. Só mesmo uma surpresa pode estragar uma possível festa da equipe dos energéticos.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Adrian Newey e suas máquinas de sucesso

Williams FW14B Mansel

  • Canon Williams Team
  • Modelo: FW14B
  • Motor: Renault
  • Pilotos: Nigel Mansell (campeão) e Riccardo Patrese
  • Pontos:164
  • Vitórias: 10
  • Pódios: 21
  • Poles: 15
  • Temporada: 1992

Williams FW15B Prost

  • Canon Williams Team
  • Modelo: FW15B
  • Motor: Renault
  • Pilotos: Alain Prost (campeão) e Damon Hill
  • Pontos: 168
  • Vitórias: 10
  • Pódios: 22
  • Poles: 15
  • Temporada: 1993

Williams FW18 Hill

  • Rothmans Williams-Renault
  • Modelo: FW18
  • Motor: Renault
  • Pilotos: Damon Hill (campeão) e Jacques Villeneuve
  • Pontos: 175
  • Vitórias: 12
  • Pódios: 21
  • Poles: 12
  • Temporada: 1996

Williams FW19 Villeneuve

  • Rothmans Williams-Renault
  • Modelo: FW19
  • Motor: Renault
  • Pilotos: Jacques Villeneuve (campeão) e Heinz-Harald Frentzen
  • Pontos: 123
  • Vitórias: 08
  • Pódios: 15
  • Poles: 11
  • Temporada: 1997

McLaren MP4-13 Hakkinen

  • West McLaren-Mercedes
  • Modelo: MP4/13
  • Motor: Mercedes-Benz
  • Pilotos: Mika Hakkinen (campeão) e David Couthard
  • Pontos: 156
  • Vitórias: 09
  • Pódios: 20
  • Poles: 12
  • Temporada: 1998

McLaren MP4-14 Hakkinen

  • West McLaren-Mercedes
  • Modelo: MP4/14
  • Motor: Mercedes-Benz
  • Pilotos: Mika Hakkinen (campeão) e David Couthard
  • Pontos: 124
  • Vitórias: 07
  • Pódios: 16
  • Poles: 11
  • Temporada: 1999

terça-feira, 18 de maio de 2010

Foto do dia: Mais uma vez Kubica

Kubica 3º MON

Robert Kubica, da Renault, mais uma vez deu demonstrações de seu talento a bordo de um fórmula 1. Depois de brigar pela pole position no sábado, o polonês voador imprimiu um ótimo ritmo de corrida e finalizou o Grande Prêmio de Mônaco na terceira posição.

Vale destacar que o piloto da escuderia francesa superou os bólidos de McLaren e Ferrari, não sendo páreo apenas para a Red Bull.

Guiando pela BMW Sauber, em 2008, Kubica conseguiu um segundo lugar nas ruas de Monte Carlo. Dessa maneira, fica evidente que falta ao polonês apenas um carro competitivo para vencer em Mônaco.

No campeonato o narigudo ocupa a sétima colocação, à frente de Nico Rosberg e Michael Schumacher, pilotos da equipe Mercedes.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Um balanço das quatro forças – Grande Prêmio de Mônaco

Webber e Vettel MON

Red Bull – A equipe dos energéticos dominou as ações nas ruas de Monte Carlo. O resultado da superioridade da RBR foi uma dobradinha incontestável com Mark Webber em primeiro e Sebastian Vettel em segundo. Dessa forma o time austríaco assume pela primeira vez a liderança do mundial de pilotos e construtores. Será que os favoritos dessa temporada assumiram o primeiro lugar para não mais sair?

Felipe Mass MON

Ferrari – Em Mônaco os italianos mostraram um desempenho bem diferente em relação aos anteriores. A Ferrari tinha tudo para conseguir um melhor resultado, mas a batida de Alonso no sábado e a classificação não tão boa de Massa se tornaram impedimentos. Resta saber se a boa performance da escuderia vermelha nas ruas do principado será mantida nas próximas provas, já que os circuitos possuem características bem diferentes.

Hamilton MON

McLaren – Os ingleses não estiveram num final de semana muito feliz. Não renderam aquilo que se esperava e a melhor colocação da McLaren foi um quinto lugar com Lewis Hamilton. Logo na segunda volta, Jenson Button acabou sendo obrigado a abandonar, pois a equipe esqueceu de destampar a entrada de ar, causando um superaquecimento em seu carro. Um erro infantil que resultou na perda de pontos valiosos para o campeonato.

Rosberg MON

Mercedes – O time alemão ainda não conseguiu se encontrar no campeonato. Na corrida realizada em Mônaco a Mercedes não obteve um bom rendimento. Nico Rosberg e Michael Schumacher brigaram apenas por posições intermediárias, sendo superados até pela Renault de Robert Kubica. É melhor Ross Brawn abrir o olho porque a equipe francesa vem evoluindo de forma significativa.

domingo, 16 de maio de 2010

Mark Webber vence com dobradinha da Red Bull

Largando na pole position, Mark Webber fez uma grande prova e confirmou o melhor momento de sua carreira na categoria. Depois de vencer na Espanha, o australiano foi absoluto nas ruas de Mônaco.

Webber vence MON

Num ótimo ritmo de corrida, Webber não deu chances aos seus adversários e venceu de forma convincente. De quebra o veterano canguru assumiu a liderança do campeonato ao lado de seu companheiro de equipe, levando vantagem no número de vitórias.

Completanto a festa da Red Bull, Sebastian Vettel chegou na segunda colocação. Robert Kubica, da Renault, mostrou mais uma vez todo seu talento e conquistou o terceiro lugar do Grande Prêmio monegasco.

Corrida

A largada para o GP de Mônaco aconteceu limpa, sem maiores problemas. Webber, que saia na pole, manteve a liderança. Kubica não conseguiu sustentar o segundo posto e acabou sendo ultrapassado por Vettel, que vinha na terceira posição.

Hulk MON

Logo na primeira volta o acidente de Nico Hulkenberg, da Williams, provocou a entrada do safety car. Ótimo para Alonso, que largava dos boxes. O espanhol trocou os pneus para não voltar mais ao pit até o fim da prova. Dessa forma o bicampeão ganhou importantes posições até alcançar a zona de pontuação.

Na 18ª volta as paradas começaram a ser feitas. Sem maiores problemas, os lideres mantiveram seus lugares. Quando a ordem foi restabelecidas, Fernando Alonso já aparecia em sexto. Um lucro enorme para quem saiu lá atrás.

Alonso MON

Uma nova batida na 31ª volta fez com que o safety car entrasse novamente. Rubens Barrichello, nono colocado, perdeu o controle e bateu forte quando a suspensão traseira de sua Williams quebrou. Fim de corrida para o brasileiro.

Desse momento em diante não hoveram alterações e a prova transcorreu normalmente. Faltando 3 voltas para fim uma batida envolvendo Trulli e Chandhok forçou a entrada do safety car mais uma vez.

Trulli e Chandhok MON

Não havendo tempo para uma relargada, Webber cruzou a linha de chegada na posição que esteve desde o início, o primeiro lugar. Vettel completou a dobradinha da equipe RBR com a segunda colocação.

A polêmica do domingo envolveu uma manobra de Michael Schmacher para cima de Fernando Alonso. Assim que o safety car saiu, o alemão ultrapassou o piloto da Ferrari antes da linha de chegada. Logo depois os comissários analisaram o incidente e resolveram punir Schumacher em 20s. Dessa forma, Alonso recuperou a sexta posição e Michael caiu para décimo segundo.

Classificação Final*

1°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), 78 voltas em 1h50min
2°. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), a 0s448
3°. Robert Kubica (POL/Renault), a 1s600
4°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 2s600
5°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 4s300
6°. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 5s700
7°. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 6s300
8°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 6s600
9°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 6s900
10°. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India-Mercedes), a 7s300
11°. Sebastian Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 8s100
12°. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 9s100
13°. Vitaly Petrov (RUS/Renault), a 4 voltas
Não completaram:
Karun Chandhok (IND/Hispania-Cosworth) - a 8 voltas/acidente
Jarno Trulli (ITA/Lotus-Cosworth) - a 8 voltas/acidente
Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Cosworth) - a 20 voltas/mecânico
Bruno Senna (BRA/Hispania-Cosworth) - a 20 voltas/mecânico
Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) - a 48 voltas/acidente
Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) - a 52 voltas/mecânico
Lucas di Grassi (BRA/VRT-Cosworth) - a 53 voltas/mecânico
Timo Glock (ALE/VRT-Cosworth) - a 56 voltas/acidente
Pedro de la Rosa (ESP/Sauber-Ferrari) - a 57 voltas/mecânico
Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) - a 76 voltas/motor
Nico Hulkenberg (ALE/Williams-Cosworth) - a 78 voltas/acidente

* Michael Schumacher foi punido em 20 segundos e caiu para o 12º lugar