sábado, 27 de setembro de 2008

A corrida acabou

"A pole estava inalcançável, mas tenho certeza de que teria conseguido o segundo ou o terceiro posto. A corrida acabou. Não há como ultrapassar, e eu vou começar em 15º, então o que resta é simplesmente levar o carro à pista."

Pela foto e pela declaração de Fernando Alonso, vítima do sistema de alimentação de combustível de seu Renault, percebe-se, além da frustração, as dificuldades de se ultrapassar no Circuito de Marina Bay.

Declarações que valorizam ainda mais o feito do pole Felipe Massa, que superou Lewis Hamilton, seu principal concorrente ao título, em mais de seis décimos.

9 comentários:

Luís Augusto disse...

Coitado do Alonso! Se não fosse seu estrelismo, poderia estar na condição de senhor absoluto da F1 hoje. Só que sua arrogância tem feito com que nada dê certo para ele e, com o crescimento de Hamilton e Vettel, sua grande fase na F1 fica cada vez mais difícil de voltar.

Felipão disse...

verdade, Luís...

e todos acabam colocando um olho gordo danado nele...

heuheuheuhehe

Abração

Ron Groo disse...

pela primeira vez eu senti muito pelo alonso, desta vez queria ve-lô mais a frente no grid, só pra ver no que dava.

Marcos Antônio Filho disse...

Sou um dos que mais sacaneiam o Alonso mas fiquei com pena do cara dessa vez,ele não merecia isso,merecia um resultado melhor,até por ter liderado dois treinos livres...

Bem,se benzer não faz mal nenhum alonso,pq o olho gordo em cima de você está brabo!

Felipe Maciel disse...

Achei engraçado pra caramba... :)

Mas depois vi que se ele tivesse se classificado para a super pole, o Hamilton ficaria no Q2. Perdeu uma boa chance de detonar o campeonato do inglês...

Mas o espanhol não marecia. Era a grande oportunidade da temporada. Enfim, coisas de automobilismo.

kimi_cris disse...

Alonso anda mesmo com azar. esta era a grande oportunidade de ele ir o podio.

Grande abraço!

Kimi_cris

oliver disse...

Só acaba na bandeirada.

Uma grande verdade, relembrada hoje.

Teca disse...

Interessante... li essa postagem ontem e resolvi voltar hoje para deixar um comentário com tamanha perplexidade:

O IMPREVISTO é sempre IMPREVISTO!

E a bandeirada foi dada ao próprio!

Beijos!

Felipão disse...

pois é...

foi uma das coisas mais brilhantes que vi na F1...

Nada como um dia após o outro...