domingo, 14 de março de 2010

Alonso vence no Bahrein com dobradinha da Ferrari

Superando Felipe Massa logo na largada, e contando com um problema mecânico na Red Bull de Sebastian Vettel, Fernando Alonso teve caminho livre para conquistar sua primeira vitória no ano, na estréia com a Ferrari.

alonso e massa Fernando Alonso e Felipe Massa

A equipe italiana, aliás, começa o ano com uma dobradinha, o que não se repetia há muito tempo. Felipe Massa acompanhou de perto o bom rendimento de seu companheiro de equipe e não sofreu maiores ameaças de Lewis Hamilton, que completou o pódio.

Resultado final:

1º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 49 voltas em 1h39min20s396
2º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 16s099
3º. Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 23s182
4º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 38s713
5º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 40s263
6º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 44s180
7º. Jenson Button (ING/McLaren), a 45s260
8º. Mark Webber (AUS/Red Bull), a 46s308
9º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), a 53s089
10º. Rubens Barrichello (BRA/Williams), a 1min02s400
11º. Robert Kubica (POL/Renault), a 1min09s093
12º. Adrian Sutil (ALE/Force India), a 1min22s958
13º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), a 1min32s656
14º. Nico Hulkenberg (ALE/Williams), a 1 volta
15º. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus), a 1 volta
16º. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso), a 3 voltas
17º. Jarno Trulli (ITA/Lotus), a 3 voltas

Não completaram:

Pedro de la Rosa (ESP/Sauber), 30 voltas
Bruno Senna (BRA/Hispania), 18 voltas
Timo Glock (ALE/Virgin), 17 voltas
Vitaly Petrov (RUS/Renault), 14 voltas
Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 12 voltas
Lucas di Grassi (BRA/Virgin), 3 voltas
Karun Chandhok (IND/Hispania), 2 voltas

A corrida em maiores detalhes

largada

Alta temperatura, baixa umidade e muita areia. O cenário estava pronto para a largada oficial da temporada 2010 de Fórmula 1, no Bahrein.

Sebastian Vettel - surpreso com o feito, é verdade – começou na pole position e viu pelo retrovisor, a ótima manobra de Fernando Alonso para conseguir assumir a segunda posição de Felipe Massa, logo após a segunda curva. O brasileiro conteve ainda o ímpeto de Lewis Hamilton até se fixar em terceiro.

O motor Renault de Mark Webber provocou a primeira confusão da temporada. Em meio a fumaça e baixa visibilidade, Robert Kubica e Adrian Sutil se tocaram e foram para o final do pelotão.

webber e a fumaça Fumaça não passou de um susto para Webber

Enquanto os carros se posicionavam, os primeiros abandonos começaram. O primeiro foi Karun Chandhok, da Hispania, e depois o brasileiro Lucas di Grassi, comprovando o grave problema de confiabilidade do carro da Virgin, que, contudo, se mostra o mais rápido das novatas.

A Lotus, porém, terminou a corrida com seus dois carros.

grassi Após três voltas, Lucas di Grassi

Poucas voltas depois, foram Timo Glock e Bruno Senna a deixarem a prova, justamente na janela para troca de pneus. Outra equipe que não finalizou a corrida com nenhum de seus carros, foi a Sauber.

Na ponta, Sebastian Vettel conseguia controlar a aproximação das Ferrari e parecia ter a corrida sob controle. Parecia.

vettel Sebastian Vettel liderando a prova

Com problemas mecânicos, ocasionando perda de rendimento, Vettel pouco pode fazer nas retas do circuito, para segurar Alonso e Massa, que ultrapassaram facilmente e dispararam para conquistar a dobradinha da Ferrari.

Entre dois e três segundos mais lentos que os primeiros colocados, Vettel ainda perdeu a posição para Lewis Hamilton, mas não para Nico Rosberg, onde conseguiu segurar a posição nas últimas duas voltas da prova.

Outros que chegaram próximos foram Michael Schumacher, Jenson Button e Mark Webber e, completando a faixa de pontos, Vitantonio Liuzzi e Rubens Barrichello.

Fernando Alonso começa com uma pequena vantagem para Felipe Massa, mas é apenas o início de um campeonato que deu bons sinais das disputas que ainda virão. O circo se reúne novamente daqui duas semanas, na Austrália.

alonso Fernando Alonso

2 comentários:

Teca disse...

Rápido no gatilho, heim, Bruno?

Boa corrida, boa dobradinha!

Beijos.

Ron Groo disse...

Foi uma corrida aborrecida, com um vencedor aborrecido e com muita sorte.
Fiquei com pena do Vettel que fez tudo certo e foi traido pelo equipamento.

Agora, o Massa tem que começar a ignorar os "conselhos" dos engenheiros, se não barrichella sua carreira.