terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Sem dinheiro, Enrico Platé está fora do GP da França

Blogsport-Brasil, Julho de 1950

Toulo de Graffenried durante o GP da Grã-Bretanha

A Enrico Platé não disputou o Grande Prêmio da Bélgica, gerando o primeiro hiato no Campeonato a um dos mais famosos chefes de equipe do automobilismo pós guerra.

E quando se esperava que a volta ocorresse neste fim de semana, eis que veio a confirmação de mais uma ausência.

O time, que vive sério problema financeiro, confirmou que vai ficar novamente de fora de uma corrida do Mundial para disputar, no mesmo dia do Grande Prêmio da França, a prova de subida de montanha em Le Sierre-Montana/Crans, na Suíça, com o Barão de Graffenried e o Prince Bira.

3 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

eeeh! e eu que estava gostando dessa tal de F1... será que dura mais de dois anos? com tanta equipe sem dinheiro, e pilotos pagantes, a coisa como que não vai pra longe hein?

oliver disse...

Boa.

Anônimo disse...

A nobreza está falida? Precisam participar de eventos "caça-níqueis" para angariarem dinheiro para a F1? É demais!

Cheguei a pensar que esse time não teria problemas financeiros!

Mas, na verdade, acho que deve ser uma "maldição" chamada MASERATI...

Cadê a equipe oficial da Maserati? Nesse campeonato parece que não apareceu... e os times que utilizam seus carros - caso da equipe de Enrico Platé - estão com problemas...

Talvez fosse a hora de Platé trocar de carros...

Palpite para o GP da França. Não sei se vencerá, mas as últimas performances de Louis Rosier o credenciam para um bom resultado, correndo "em casa"...

um abraço,
Renato