quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Como assim?

enquanto rolava a reunião...

Ficou claro que a McLaren errou na hora de escolher a estratégia de Lewis Hamilton para o Grande Prêmio da Itália. Tanto que o inglês confirmou em uma entrevista ontem, em Cingapura, que duas paradas não eram ideais para Monza.

Para surpresa geral, Hamilton revelou ainda que, em algumas ocasiões, sequer participa da reunião que define sua estratégia para a corrida. "Nós geralmente discutimos isso (a estratégia) juntos, mas, na realidade, a decisão é da equipe".

"Alguma vezes eu não posso participar da reunião", continuou, "e acabo sendo informado antes do treino oficial que vou parar na 15ª volta, ou qualquer outra coisa assim. Temos um grupo de pessoas muito inteligentes, que entendem de todas as estatísticas, então tenho que confiar neles", disse.

"Eu acho que em Monza eu não estava com a estratégia certa, mas foi assim, e vamos tentar aprender com isso", encerrou, admitindo o equívoco.

4 comentários:

Ron Groo disse...

No fundo eu concordo, ele não tem de saber de estratégia, só de acelerar.
Mas devia participar das reuniões que definem o que ele vai fazer, ah isto devia.

Felipão disse...

eu acho prejudicial, Groo... O cara acaba ficando completamente à mercê da equipe, sem saber o que está se passando realmente. hj ele não tem problema com isso, já que não tem um parceiro competitivo. Mas, se de repente aparece um Raikkonen no ano que vem, ele terá de prestar mais atenção a cada detalhe. Tanto na estratégia dele quanto a do parceiro...

Marcos Antônio Filho disse...

é um novo Nigel Mansell. O Whitmarsh deve falar, "cala a boca e acelera!"rsrsrs

GP Oficina Mecânica disse...

Sem dúvida ele é o piloto e deve acelerar quando mandarem do jeito que mandarem, mas muitas vezes quem senta a bunda no carro tem muito a dizer sobre assuntos como este...

É um erro enorme deixar o piloto fora de decisões como essas...

Carlos Eduardo Szépkúthy