quinta-feira, 16 de julho de 2009

Lembrando Magny-Cours

Por conta da vitória de Mark Webber na Alemanha, lembrei de um fato curioso envolvendo o pentacampeonato conquistado por Michael Schumacher no GP da França de 2002. Até então, aquela havia sido a última vez que um piloto venceu depois de penalizado.

Após seu pit-stop, Schumacher cruzou a linha branca que separa a saída dos boxes da pista e, assim, foi punido. No entanto, isso não o impediu de quebrar o recorde de campeonato assegurado com mais corridas de antecedência.

Quando todos esperavam pela primeira vitória de Kimi Raikkonen, a estrela do alemão brilhou mais uma vez. A cinco voltas do fim, o finlandês deu uma escapada, permitindo a recuperação de Schumacher -- que venceu e se tornou campeão a seis corridas do fim do certame. Antes, o recorde pertencia ao inglês Nigel Mansell, campeão, em 1992, com cinco provas de antecipação.

Preso em cima de cavaletes, Rubens Barrichello foi obrigado a abandonar a corrida antes da volta de apresentação. Ao descer do carro, mandou uma "banana" para os mecânicos da equipe, que não conseguiram ligar o motor de sua Ferrari.

9 comentários:

Felipe Maciel disse...

Cara, eu tinha lembrado dessa corrida pela mesma razão, só não tinha certeza de que foi a última que alguém venceu com um penalty. Achei que 7 anos era muita coisa - e é - para não terem repetido o feito. Que coisa...

Coincidência interessante é que aquela era a temporada de estreia do Webber.

vlw Felipão

Hugo Becker disse...

Caramba, belo levantamento! Não sabia dessa.

E bela lembrança de Barrichello, também. Pois é. Nós recordamos quem era o estrategista da equipe nessa época. Barrichello também se lembra.

Agora reclama.

F-1 A.L.C. disse...

barrichello nunca fez muito esforço por se levar bem com o povo de ferrari.

desculpa, foi a corrida que o michael pagou a punição na última volta?

SAVIOMACHADO disse...

As vezes relevo as atitudes de Rubens, mas outras vezes tenho que dar o braço a torcer. O cara não tem sangue frio. E nesse esporte isso é primordial.
Ótima lembrança. Muito bom post.
Abraço.
SAVIOMACHADO

Daniel Médici disse...

A corrida da punição da última volta foi o GP da Grã-Bretanha de 98, não? Ela pode ser considerada uma vitória com punição?

De qualquer forma, o Schumacher, com a Ferrari, vencia como queria aquele GP da França. Ele chegou a vencer com 4 pit stops em 2004, se estou me lembrando direito. Acho que que com uma, duas ou três paradas eles também venceriam...

Luís Augusto disse...

Bem lembrado, Felipão, não me lembrava desse fato.

Loucos por F-1 disse...

Me lembro bem disso, muito mais pelo Barrichello..rsrrs. A Ferrari tem um histórico de besteiras impressionante. Fico pensando em como profissionais podem errar tanto assim.

Abraço!

Leandro Montianele

Ron Groo disse...

Depois do Gp hungaro teremos quatro semanas de recesso, marasmo e noticias imbecis de bastidores, eis aí a grande falta que faz a corrida francesa. Era neste periodo de tempo que ela entraria.

Teca disse...

Eita, Felipão!

Essa lembrança conferiu uma boa história.

Beleza de relato!

Beijos.