domingo, 7 de junho de 2009

Grande Prêmio do Sono


Com a largada, todos vão passando por Barrichello, que parte em câmera lenta. Aliás, esse seria o mote da corrida por alguns instantes. Afinal, o brasileiro, em várias oportunidades, já apresentou recuperações belíssimas em sua carreira.

Por isso, de pronto, o diretor da transmissão deixa a câmera focalizada no "segundinho" da Brawn. Em raras oportunidades, mostravam seu companheiro de equipe, o inglês Jenson Button, que se aproveitou de um erro de Sebastian Vettel para ocupar a liderança.

No entanto, Barrichello, que deveria "se divertir" segundo o pessoal da transmissão, passa a sofrer uma série de acidentes de trabalho. Até conseguia ultrapassar, mas, com a perda da sétima marcha, acabava superado, na sequência, por seus concorrentes.

Depois, em uma disputa com Kovalainen, Barrichello roda e perde muitas posições. Chega a ultrapassar Hamilton e Piquet, mas, depois de uma disputa com Sutil, perde uma parte de sua asa dianteira.

Enquanto Button (foto) consolidava mais uma vitória, Barrichello abandonava, definitivamente. E, foi isso. Em uma corrida bastante sonolenta, ninguém ameaçou o inglês da Brawn. Nem mesmo Vettel, com uma tática de três paradas.

Agora, resta aos aficionados a expectativa de uma semana bastante turbulenta, com a definição dos inscritos para a próxima temporada. Antes da corrida, houve, inclusive, uma reunião entre os pilotos dos 8 times que formam o bloco da FOTA. Nela, definiram que vão apoiar os construtores, por acreditarem que as novas regras não serão benéficas para o esporte.

Haja paciência...

12 comentários:

Luís Augusto disse...

Corrida horrorosa! Na metada eu desisti e fui andar de Kombi.

Ron Groo disse...

Gostei como sempre gosto.
E tivemos momentos muito bonitos por lá.

NInguém esperava uma briga muito acirrada pela liderança. Isto tem acontecido muito pouco. Então o melhor é fazer como Mario Quintana e procurar a belza nos detalhes.

Ou como disse Orwell: O diabo nos detalhes.

Helio Herbert disse...

Não pude assistir a corrida por isso não posso opinar.Só acho que o Button está realmente em uma grande fase e merece ser campeão.
Concordo com o R.G.
" O Diabo mora nos detalhes"

Daniel Médici disse...

Sonolenta, de fato. Mas dispensaria com muito prazer a politicagem prometida para a semana.

Paulo Maeda™ disse...

realmente, apenas a gente q eh fã atura ver uma corrida tao insossa como a q foi hj. Ao menos, me juntei na torcida do Groo e do Marcos e enfim o Rosberg foi bem em uma corrida.

Felipe Maciel disse...

O Button é absoluto, a pergunta é quando o campeonato será definido, agora ele só briga pelos construtores, porque o mundial de pilotos já foi. E hoje a RB levou a melhor em cima da Brawn nos pontos, já que Rubinho engatou a ré na corrida e foi caindo, caindo, até quebrar.
Vamos ver na Inglaterra, espero que as divergências políticas tenham se encerrado até lá.

GP Oficina Mecânica disse...

é, comecei a dar umas pescadas a partir do primeiro pit stop, e no fimzinho desisti, dormi e nem vi o Button cruzar a linha em primeiro, acordei só para assistir o Auto Esporte.

Espero que as próximas sejam mais emocionantes, pq ver briga de Piquet com Hamilton pelas ultimas posições não é muito emocionante.

Carlos Eduardo Szépkúthy

speed.king.thrasher disse...

Mudaram mudaram, pra q? pra encontrar a competitividade... um piloto ganha 6 corridas em 7 possiveis... há competitividade nisso?

abs de um companheiro de soneca matinal! sahsauHusaHsaU

flw!!

Hugo Becker disse...

A disputa entre Barrichello e Kovalainen foi bonita, embora o desfecho tenha sido ridículo. A ultrapassagem de Piquet sobre Hamilton poderia ser até chamada de "humilhante", mas o termo não cabe, já que falamos de uma briga pela 13ª posição e de um piloto que tem ainda anos luz pra poder ganhar boa reputação e respeito.

De resto, em 17 anos, não me recordo de ter visto uma corrida tão bizarra de Barrichello. Nem o Sato faria algo parecido.

SAVIOMACHADO disse...

É vero meu amigo Felipão! Haja paciência. Ainda não manifestei nada sobre o assunto no SM. Mas não escapa dessa semana.
Quanto a corrida, sonolenta mesmo. Já está perdendo a graça. Ninguém bate Jenson Button.
Abraços.
SAVIOMACHADO

Bruno Santos disse...

Um ano que prometia bastante emoção, erraram a fórmula. A Brawn GP é imbatível. A corrida deu realmente sono e depois do Barrichello sossegar lá atrás, só salvou a ultrapassagem do Nelsinho.

Será que a tática do Mosley é essa? Se dentro das pistas tá chato, vamos manter o ibope com brigas fora delas...
Abraço.

kimi_cris disse...

Foi mesmo o G.P do sono corrida muito aborrecida

Grande Abraço!

Kimi_Cris