domingo, 24 de maio de 2009

À pé só para comemorar


Ontem, em matéria destinada ao Motorpasion, havia comentado a respeito da evolução da Ferrari. Os italianos desenvolveram um pacote aerodinâmico bastante eficiente, mesmo sem testes. Inclusive, chegaram a andar próximos da Brawn durante o GP de Mônaco. Azar de Felipe Massa, que, nas primeiras voltas, ficou preso atrás de Sebastian Vettel.

Seu companheiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, teve mais sorte, apesar de ter perdido a segunda colocação para Rubens Barrichello logo na largada. Inclusive, teve chances de recuperar sua posição, quando Barrichello passou a sofrer com o desgaste excessivo dos pneus. Infelizmente, isso comprometeu seu resultado final, já que, mesmo com KERS, não teve chances reais de ultrapassar seu concorrente.

Após sua segunda parada para reabastecimento e troca de pneus, Jenson Button ficou entre os dois pilotos da Ferrari, marcando o ritmo de Massa na parte final da corrida. Se não fosse por isso, o brasileiro poderia ter lutado pela segunda posição, mesmo com os contratempos do início da corrida. Pelo jeito, a Ferrari voltou. Quiçá possam até incomodar o inglês Jenson Button, vencedor de cinco das seis corridas disputadas neste ano.

Por outro lado, há quem garanta que o título já tem dono. Afinal, Jenson Button vem demonstrando um ritmo de corrida digno de um verdadeiro campeão. Hoje, em Mônaco, sua atuação foi irretocável, despachando a concorrência já no primeiro stint da corrida. Nada mal, para quem era tido como carta fora do baralho por seu companheiro de equipe falastrão. Depois, ao final da corrida, estacionou seu monoposto no lugar errado e, por isso, precisou ir a pé para a tribuna de premiação. No caminho, foi ovacionado.

8 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

mesmo assim, o felipe teve o alívio de corrovorar a melhora da ferrari, em especial em estrategia e execução de pitstops. acho que Maranello está de parabéns por isso

um triste final de semana para RBR. veremos em istambul park

Teca disse...

Parece que foi bastante providencial esse estacionamento errado, pois deixou o inglês comemorando mais perto da galera.

Beijos e uma ótima semana.

kimi_cris disse...

Será que o Button não sabia que o carro era para ir para a recta da meta ou fez de proposito para celebrar a vitória?

Grande Abraço!

Kimi_Cris

Ron Groo disse...

E tinha de ser ovacionado mesmo.
Ganhar Mônaco é surreal.
Correr a 200 onde á prudencia manda ir 60 é coisa irreal... E ele fez uma corrida perfeita.

Henry disse...

"há quem garanta que o título já tem dono."
Eu garanto Felipão, é do Button e da Brawn.

Agora, a FERRARI pode manter seu ritmo maior de evolução e se equiparar a Brawn (que também não parou...) Isso pode trazer uma boa disputa nas próximas provas. Nada a ver com o título que já é de Brackley.

Speeder_76 disse...

Gostei da corrida, apesar de não ter tido a emoção que muitos gostariam de ver.


Foi agradável ver a evolução da Ferrari neste fim de semana, acho que hoje valeu pelos erros e desgraças dos outros fins de semana. Agora veremos se é uma tendência oi se foi apenas um fim de semana anormal...


E quanto ao final do Button... cá para mim fez de propósito! Esperto.

Marcos Antônio Filho disse...

é verdade acho que o Button só perde pra ele mesmo agora... e essa coisa do Button, pra variar a globo não mostrou...

Hugo Becker disse...

Já era, Felipão. Cinco de seis. E o que assombra não é apenas a estatística, com suporte histórico e tudo o mais. É a performance de Jenson.

Se fosse o Hill com essa vantagem, eu teria dúvidas, ainda. Ou até o Mansell. Mas a forma como o Button está pilotando não deixa margem pra dúvidas. O cara não deu uma única travada de pneus na corrida, e estamos falando de Mônaco, um dos traçados mais chatos e difíceis do mundo.

O Barrichello, único "rival", já ameaçou jogar a toalha.