segunda-feira, 20 de abril de 2009

Que fim levou?

Como foi apurado pelo Saloma, a clássica Alfa GTA dos Zambello foi leiloada no exterior, em fevereiro desse ano. Agora, figura na página pessoal de Jan B. Luehn ao lado de outros carros famosos, como o Benetton B191 que foi de Schumacher.

A história desse modelo no Brasil confunde-se com a trajetória da equipe Jolly nas pistas.

Tudo começa em 1954, quando Emilio Zambello passa a correr regularmente com uma carreteira Fiat. Depois, compra uma Maserati 450S, especialíssima, com a qual vence os 500 Quilômetros de Interlagos de 1961.

Ainda naquele ano, passa a disputar corridas com o FNM JK, um autêntico “Cuore” de produção nacional, e os Alfas Giulia e Giulietta.

Inclusive, graças ao relacionamento estabelecido com os dirigentes da montadora italiana, acaba se tornando dono da concessão das vendas da marca no Brasil.

Não demorou a juntar forças com seu compatriota Piero Gancia, formando a Jolly-Gancia. Em um período dominado pelas equipes de fábrica, os Giulia, modelos de muita fiabilidade, passam a apresentar bons resultados nas provas longas, culminando com o título do próprio Gancia em 1966.

Quando da retirada da Dacon e das equipes oficiais das competições, a Jolly-Gancia investe na importação dos GTA's. Preparados pela Autodelta, o carro proporciona o domínio da equipe nas corridas, passando a atrair grandes nomes do automobilismo da época.

Posteriormente, até mesmo um Alfa P33 foi importado, destruído por Marivaldo Fernandes em um treino em Interlagos, em 1970.

O panorama das corridas muda no início dos anos setenta, com o surgimento de modelos importados e protótipos nacionais. O GTA e o GTAM são relegados ao posto de coadjuvantes, obsoletos em relação ao novo cenário.

A última vitória acontece pelas mãos dos irmãos Abilio e Alcidez Diniz, que faturam as 12 Horas de Interlagos, em 1971.

No ano seguinte, em 1972, a Jolly importa uma imponente Alfa T33-3, de épicas batalhas contra o Porsche 908-2 da equipe Hollywood. Depois dessa fase, a Jolly passa a participar das corridas apenas como patrocinadora.

Abaixo, mais fotos do GTA:

5 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Belo Alfa! Mais uma história que eu aprendo no blogsport!

Felipão disse...

Grande Marcão...

Ingryd Lamas disse...

Sonho!!!!!!!






e como são sucintos felipão!!!
chega a dar raiva as vezes...
mas é como eu disse acho essa informação válida também, mas obviamente, não posso deixar a mídia especializada de lado...


bjooooos

Ron Groo disse...

Lindão, e ainda lembra meu amado Ford Corecel Luxo 73

De Gennaro Motors disse...

sou fã dessa alfinha ! hehehe