domingo, 28 de setembro de 2008

Números pós Cingapura

Meu amigo Douglas Sattler, novo responsável pelas estatísticas do Fove, trouxe uma informação interessante.

O espanhol da Renault, Fernando Alonso, tornou-se o sétimo piloto vitorioso nesse campeonato.

Entretanto, esta temporada ainda perde, por exemplo, para 2003, quando oito pilotos diferentes venceram.

São eles:

Coulthard
Raikkonen
Ralf Schumacher
Michael Schumacher
Barrichello
Montoya
Alonso
Fisichella

8 comentários:

Luís Augusto disse...

Acho que o mundial de 82 foi o que teve mais vencedores.

Ron Groo disse...

Felipão, a história da "Famiglia italiana' ser a equipe da Ferrari depois do controle pelos italianos eu venho falando desde o começo do ano. num dos primeiros programas Briefing deste ano e na rádio Onboard, onde falei disto no primeiro podcast que eu e Maciel gravamos.
Mas Beleza... Dividimos se você quiser. jahahahahaha

Ron Groo disse...

Felipão, desculpa eu li errado o teu comentário.
Agora eu entendi. Você conhece a 'famiglia italiana' por dentro né? Ragazzo!

Felipão disse...

Luís: Isso mesmo. Eu acredito que tenham sido uns 10 ou 11 vencedores, por todo aquele rolo que aconteceu. O Douglas fez um paralelo com uma temporada mais recente, nos moldes da história recente da F1.

Groo: hehehehehe. Foi isso mesmo...

oliver disse...

Acho que se deve pensar, agora, é nos números "depois" de Singarupa.

A vantagem do Hamilton, "pequena" em números (7), é astronômica no campeonato, já que faltam apenas 3 provas e a McLaren dá mostras de que sabe o que faz, ao contrário da Ferrari.

Acho até que a festa do título vai ter, em vez da champagne, muito pirulito.

Fábio Andrade disse...

Pra quem achou que ano passado teve equilíbio, o que dizer desse ano?

kimi_cris disse...

Muito interessante essa informação ainda espero pela vitória de Heidfeld, para igualar o feito de 2003.

grande abraço!

Kimi_Cris

Felipão disse...

oliver: eu acho que esse é do Hamilton. Ele não cometerá o mesmo erro "forçado" em minha opinião.

Fábio: Realmente, muito equilibrado. Sem contar que não existe a expectativa de um título de um piloto, como era o caso do Schumacher.

Kimi: Gostaria muito que o Heidfeld vencesse. Mas me parece algo um pouco distante nesse momento