quarta-feira, 14 de abril de 2010

Mágoas de um polonês com os alemães

Robert Kubica tem uma carreira interessante na Fórmula 1. Já viveu os extremos que a categoria pode oferecer: de um forte acidente no Canadá até disputar o título mundial. Este ano, numa casa nova e com um carro ainda não perfeito, o polonês tem conseguido bons resultados.

kubica

Na Renault, Kubica encontrou o cenário ideal para desempenhar seu melhor papel: “acho que o sentimento ao seu redor e a convicção das pessoas com quem você trabalha é importante em qualquer atividade. Hoje sinto que a equipe tem confiança em mim. Eles me deixaram confortável, e isso me permite não sentir o cansaço de uma carga de trabalho que é ainda maior do que em temporadas anteriores."

Na BMW-Sauber, os holofotes era divididos com o alemão Nick Heidfeld. Hoje, Kubica domina com facilidade a cena na equipe francesa sobre o estreante Vitaly Petrov, além de suprir a falta de Fernando Alonso.

Aproveitando o momento, Kubica disparou: "não é segredo que, por algumas vezes, nos últimos anos, eu não me senti tratado como gostaria".

Nunca é demais lembrar, que a BMW abortou a evolução do seu carro de 2008, após uma dobradinha no Canadá, e quando Kubica apontava como candidato direto ao título para se concentrou no carro do ano passado. O projeto foi um fiasco e, para completar, a equipe abandonou a categoria ao final de 2009.

5 comentários:

Marcelonso disse...

Bruno,

É surpreendente a performance de Kubica na atual temporada,literalmente tirando leite de pedra.

abraço

Quasímodo disse...

Caro Bruno,
grato pelo artigo referente ao meu ídolo, não querendo ser repetitivo aqui no site mas prá quem não sabe ou não se ligou:em 21º finalizou em 11º;em 9ºfinalizou em 2º;em6º finalizou em 4ºisso sem "jamais" ser ultrapassado por nenhum outro piloto, amigos é só conferirem.Abração.

Quasímodo disse...

Complementando, neste ano, em 3(três) corridas ainda não foi ultrapassado.

F-1 A.L.C. disse...

olha só, Quasímodo também é fan de Kubica! é O MEU piloto, o narigão é grande!!

imagino que se refere à retirada da BMW da luta pelo campeonato em 2008. foi uma péssima jogada, e ainda se retirando em 2009 pegou muito mal pra montadora alemâ

Leandro Montianele disse...

Também sou fã do Polonês Voador, sem dúvidas é um dos melhores pilotos da Fórmula 1. Pena não ter um bom carro em suas mãos.

Aaahhh como eu queria ver o Kubica na McLaren. Acho que não ia dar o Hamilton contra o narigudo.