segunda-feira, 19 de abril de 2010

Curiosidades: GP da China

* Com a vitória de Jenson Button, o Grande Prêmio da China teve seu sétimo vencedor diferente em sete edições.

* Realizada desde 2004, a corrida já foi vencida por Rubens Barrichello, Fernando Alonso, Michael Schumacher, Kimi Raikkonen, Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e agora Jenson Button.

* Button e Hamilton puderam comemorar uma dobradinha britânica que não acontecia desde o "1-2" de Eddie Irvine e David Coulthard no Grande Prêmio da Áustria de 1999.

* A última de dois ingleses havia acontecido no longínquo Grande Prêmio de Mônaco de 1969, com Graham Hill e Piers Courage.

* 45º "1-2" da história da McLaren; o primeiro desde o GP da Itália de 2007.

* Mostrando muita regularidade, Jenson Button marcou pontos nas últimas nove corridas que disputou. Ele concluiu, ainda, o seu 29º GP em 30 (exceção feita ao GP da Bélgica do ano passado, quando sofreu um acidente).

* Apesar de possuir um currículo brilhante, com 11 vitórias e 17 poles, esta foi apenas a quarta volta mais rápida da carreira de Lewis Hamilton.

* Tivemos 67 pit stops na China, dos quais seis foram realizados na Williams do alemão Nico Hulkenberg.

* Os motores Renault estão há 27 corridas na zona de pontuação; os Mercedes há 23.

* No pódio, foram três pilotos com motores Mercedes; o que não acontecia desde o Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1955, quando a equipe de fábrica da Mercedes conquistou os três primeiros lugares com Stirling Moss, Juan Manuel Fangio e Karl Kling.

* No mais, este foi o primeiro pódio de um único fabricante de motor desde o Grande Prêmio de Luxemburgo de 1997, quando a Renault conquistou os quatro primeiros lugares com Jacques Villeneuve (Williams), Jean Alesi (Benetton), Hainz Harald Frentzen (Williams) e Gerhard Berger (Benetton).

* Por falar nisso, Alonso já perdeu dois de seus oito motores. A equipe italiana precisou mudar o equipamento no carro do piloto no GP do Bahrein, o primeiro da temporada. Na Malásia, etapa disputada há quase duas semanas, o asturiano abandonou a corrida em Sepang, a duas voltas do fim, após o motor estourar.

* Nico Rosberg terminou o seu 6º GP na zona de pontuação; Na China ele nunca tinha terminado dentro do Top 10.

* Vitaly Petrov tornou-se o 314ª piloto da história a marcar pontos na Fórmula-1. Foi a primeira corrida da carreira que terminou, inclusive.

* De quebra, a Rússia se tornou o 33º país a marcar ponto em um Grande Prêmio.

* Sebastien Buemi e Kamui Kobayashi abandonaram uma corrida na primeira volta pela segunda vez no ano.

Treinos

* Oitava pole position da carreira de Sebastian Vettel, que se igualou ao italiano Riccardo Patrese e ao Campeão de 1964, John Surtees.

* A Red Bull está há oito corridas com pelo menos um carro na primeira fila. De quebra, alcançou sua segunda dobradinha do ano.

* Como em uma maldição, desde a vitória de Sebastian Vettel no Grande Prêmio do Japão do ano passado que o pole não vence a corrida.

* Kubica e Rosberg conseguiram bater os seus colegas de equipe nas 4 classificações de 2010.

5 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

é não entendi como o engenheiro do hulke mandou ele seis vezes pro pit! o problema não é só piloto na williams, infelzimente...

e obrigado pela força camaradas, em breve voltarei!

abraços

Ron Groo disse...

Acho que este "1-2" é mais legítimo que o de Eddie Irvine e David Couthard. Que são cidadãos da Grã Bretanha e não Ingleses.
Lewis e Button são legitimamente ingleses. Daqueles que comem fish and chips e carne com molho de hortelã ( que nojo...

kimi_cris disse...

Parar seis vezes é um pouco de mais.

Grande Abraço!

Kimi_Cris

Leandro Montianele disse...

Caramba, fazia tempo que a McLaren não fazia uma dobradinha. Com Kovalainen como segundo piloto ficava complicado mesmo de isso acontecer. Os primeiros pontos de Petrov e com direito a ultrapassagem em Schumacher...rsrs.

Abraçooo!

Marcelonso disse...

Felipão,


A maldição da pole segue fazendo vitimas é verdade,e faz tempo já.

Com a pressão de Petrov,Webber acabou errando,pede pra sair Webber!!!


abraço