sábado, 6 de março de 2010

Fôlego para os Iniciantes

Ainda em meio ao processo de recuperação do grave acidente na Hungria, Felipe Massa fez questão de estar presente no lançamento do Racing Festival no início do mês de setembro, em São Paulo.

Praticamente seis meses depois, o evento começa a mostrar sua força e atrair novos interessados no retorno através de exposição na mídia e com prêmios atraentes.

O Racing Festival contará com três categorias: uma de turismo - o Trofeo Linea –, uma de motos – 600 Super Sports – e a tão aguardada competição de monopostos, a Fórmula Future Fiat, que tentará dar fôlego ao automobilismo de base no Brasil.

Destacando esta última, que contará com 20 carros e estará voltada a pilotos com, no mínimo, 15 anos, o prêmio para o campeão consiste em uma temporada totalmente paga na Fórmula Azzurra italiana (agora renomeada para Fórmula Abarth) e o ingresso ao programa de jovens talentos da Ferrari, que inclui, por exemplo, Jules Bianchi, um dos jovens a testar o carro de Fórmula 1 da escuderia de Maranello no final do ano passado.

O prêmios se expandem até o terceiro colocado no campeonato, com testes em categorias de base na Europa.

FormulaFutureFiat_carro_infografico Fonte: Estadao.com

O calendário para o Racing Festival ainda não foi confirmado, pois falta aprovação da Globo. A proposta da organização do evento prevê seis finais de semana, com duas baterias cada, totalizando, assim, doze etapas e com início para o final do mês que vem, em São Paulo.

Os carros e motos estão na fase final de entrega para as equipes, sendo que os monopostos já estão sendo importados da França. Uma ressalva importante sobre estes, é que todos serão administrados pelo mesmo grupo de profissionais, mantendo o total equilíbrio entre os equipamentos e privilegiando o piloto com maior talento.

3 comentários:

Ron Groo disse...

Para um país que acabou com suas categorias de base de forma estúpida, é sempre uma boa noticia ver que alguém ainda se importa.

Leandro Montianele disse...

Essa iniciativa é muito importante para o automobilismo nacional. O Brasil precisa de uma base para garimpar os novos talentos. Espero que o trabalho seja feito de forma correta.

Marcos Antônio Filho disse...

é muito bom ter um sopro de esperança nas categorias de base. Afinal estamos sem base e sinceramente não sei se a curto prazo teremos pilotos bons o suficiente pra entrar na F1...