domingo, 23 de agosto de 2009

Barrichello vence o GP da Europa

Depois de cinco anos, Barrichello não precisou ultrapassar para voltar a vencer na Fórmula-1. Mesmo largando com mais combustível, o brasileiro acelerou o tempo todo e não deixou a dupla da McLaren abrir uma grande diferença.

O piloto da Brawn se livrou de Kovalainen já no primeiro pit-stop e, na parte final da corrida, ainda contou com um erro na parada de Hamilton, que antecipou seu retorno aos boxes e pegou os mecânicos da equipe desprevenidos.

Assim, Barrichello assumiu a ponta e apenas administrou a centésima vitória do Brasil na categoria.

Na entrevista coletiva, o brasileiro lembrou de sua carreira no automobilismo e se revelou ansioso para ouvir novamente o tema da vitória na volta ao Brasil.

Naquele momento, fiquei com a impressão de um discurso de "despedida", como se o brasileiro não fosse mais voltar ao lugar mais alto do pódio.

Mas, como eu disse, foi só impressão.

17 comentários:

Marcelonso disse...

Felipão,

Foi uma bela vitória,Barrichello conseguiu superar nesta prova sua maior deficiencia,ser regular nos tempos de volta,e dessa vez teve a sorte a seu favor tb.

abraço

Ridson de Araújo disse...

pareceu até...pelo menos agora seria uma boa para dizer que parou com uma vitória. Mas ainda tem Interlagos e ainda tem o desenrolar do campeonato. Claro que, sensatamente, a Red Bull vai voltar com tudo em Spa,e ter Barrichello mais motivado que nunca é legal, mas o Button nessa corrida saiu com uma vantagem absurda.

Muito sortudo, não fez por merecer e ainda teve o 7º lugar.

Valeu pela passada lá, Felipão..Até mais

Felipe Maciel disse...

Sorte não é o forte dele, mas algum dia tem que contar a favor. Enfim, venceu. Tava ficando feio os três três postulantes ao título ostentando vitória e o Rubinho não.

Willian disse...

Para o Button até é boa a vitória do Rubinho. Uma corrida a menos e a vantagem continua quase igual.
Se fosse o Webber que tivesse vencido e diferença teria caído bastante.
Mas foi uma grande corrida do Rubinho, na minha opinião.
E acho que a vitória pode se repetir ainda nesse ano.

Ron Groo disse...

Concordo com você Felipão, deu pinta de despedida, e tomara que seja mesmo.
Eu não torço por ele, não vou torcer nunca.
Seria mais ou menos como você Felipão, que sei ser palmeirense, torcesse expontaneamente para o Corinthians.

E tendo o boquirroto meritos ou não, e desta vez teve, este papo de "guerreiro", "luta" não faz o menor sentido.

Ele fez o que dele se espera, acelerou, mas não passou ninguém na pista, não mostrou destreza e nem coragem e arrojo.

Nem quando ganha ele deixa de ser boquirroto.

Marcos Antônio Filho disse...

é talvez seja despedida. Das vitórias,pq da F1 ainda vamso aturar ele no mínimo, até o final de 2010!

Teca disse...

Bom, vou ficar com o pelo menos... pelo menos deu Brasil.

É... eu sou "patriota", torço pelos nossos atletas. Sempre!

Fazer o quê? É, eu sei. Não venceu o melhor!

Cada um com suas manias e tiques.

Beijos, Felipão!

Loucos por F-1 disse...

Felipão, vitória mais que merecido do Barrichello, andou muito. Ainda de quebra foi o piloto que conquistou a centésima vitória para o Brasil na Fórmula 1.

Abraço!

Leandro Montianele

Zez@o disse...

Não sei, mas acho que assisti uma corrida diferente.

O erro da Mclaren ajudou o Rubens, porém não foi determinante na vitória, pois ele ainda tinha combustível para mais 3 voltas antes da última parada e só não fez uso das mesmas porque a distância para o Hamilton já era segura. O próprio Martin Whitmarsh admitiu que o erro não influenciou no resultado

Na corrida que eu assisti, eu não vi um Hamilton antecipando parada nenhuma, ele entrou naquela volta, porque a equipe não tinha certeza se ele teria combustível para mais uma volta, quando o avisaram pelo rádio para que não entrasse ele já havia entrado (informações retiradas da entrevista de Hamilton após a prova).

Bianca Moura disse...

Na realidade, o Rubinho só ganhou porque eu apostei nele pela primeira vez na vida hahaha.

Pode parecer muito 'achismo' da minha parte, mas alguma coisa me dizia que o vento ia soprar pra ele.

Mas nem precisou de tanto. A estratégia foi boa, com erro do Hamilton, sem erro do Hamilton.


Beijão!

Daniel Médici disse...

Despedida? Talvez. Achei ele bastante comedido, sei lá, talvez mais adulto. Vai ver é isso.

Quase cinco anos sem vitória acho que mudaram um pouco - um pouco - a forma que ele se comporta em tais ocasiões.

Luís Augusto disse...

Valeu pela vitória do Barrichello, mas a corrida em si foi muito chata.

kimi_cris disse...

Corrida chata como era de esperar, mas grande vitória do Rubens.

Grande Abraço!

Kimi_Cris

Bruno Santos disse...

Para o ano que vem não veremos uma corrida assim, sem o reabastecimento. Fico pensando como seria...
Eu tive a mesma impressão, Barrichello sentiu que será difícil repetir outro rendimento tão bom. Agora ele precisa de mais um ótimo resultado na Bélgica, porque o Button entrou na má fase tradicional...

Valeu pelos palpites no bolão...hahahaha.

Felipão disse...

Queria agradecer a todos pelas mensagens...

Bruno; Deu pra aproveitar aqueles palpites???

hahahah

Zez@o; não assistimos corridas diferentes não. Concordo com vc. O Barrica só contou com aquele erro na parada da McLaren, que não foi determinante para a vitória.

Mas, de toda forma, o Hamilton estaria mais próximo, pronto para um combate, se não houvesse acontecido aquele desentendimento.

E, como se trata de um piloto de qualidade, nada melhor que o inglês estivesse longe.

E, como não existe "se", o Barrica tem mais que comemorar mesmo. Até pq ele não teve nada com a história.

E seja bem-vindo...

De Gennaro Motors disse...

eu achei uma bela de uma corrida!

Joel Marcos Cesetti disse...

Belo post,Rubinho mereceu a vitória e que venha outras.