segunda-feira, 20 de julho de 2009

O homem e a lua

Até hoje, muitos não acreditam que o homem foi à Lua. Para esses, tudo não passou de uma encenação dirigida pelo diretor Stanley Kubrick em um estúdio de Hollywood. No entanto, há 40 anos, as pessoas esperavam ansiosas por esse momento. Em plena Guerra Fria, o programa Apollo serviria para mostrar ao mundo a liderança dos Estados Unidos na corrida espacial.

O projeto teve início oito anos antes, em 1961, quando o presidente John F. Kennedy aceitou o desafio de levar o homem à Lua ainda naquela década. Até então, a União Soviética havia sido a primeira nação a colocar um satélite em órbita, em 1957, com o lançamento do Sputnik. Depois, em 1961, Yuri Gagarin se converteu no primeiro homem a viajar ao espaço.

Inclusive, a corrida espacial se tornou símbolo de uma batalha ideológica pelo "domínio" do mapa político mundial. Os custos da missão foram calculados em 25 bilhões de dólares -- cerca de 115 bilhões em cifras atuais. Por uma quantia infinitamente menor, a Volkswagen se aproveitou do momento histórico para "mandar" o Fusca, seu maior sucesso de vendas, à Lua.

16 comentários:

oliver disse...

Vou dizer a mesma coisa que disse no blog do ron:

TODOS sabem que o homem (muito menos os americanos) JAMAIS foram na lua.

É tudo invenção.

Luís Augusto disse...

Hehehe, polêmicas à parte, o interessante é notar como a VW enfatizava a refrigeração a ar; naquela época era muito comum que os carros fervesse, especialmente os americanos que não tinham radiador dimensionado para o calor tropical.

Felipão disse...

Aliás, esse tipo de publicidade da Volkswagen era show de bola... Muito bem lembrado, Luís...

oliver... tem um site que desmonta, passo a passo, o homem na lua. É so digitar fraude do século no Google para chegar ao site. Vale a pena a visita...

Daniel Médici disse...

Bom... Kubrick não acertou os efeitos da gravidade nem o sombreamento dos objetos na superfície lunar quando filmou 2001 - A Space Odyssey, um ano antes. Além do mais, sua visão do espaço e do futuro sempre foi meio distópica. Pode até ser que o homem nunca tenha ido à Lua... mas o diretor certamente foi alguém mais chapa-branca... hehehehe

Felipão disse...

heuheuheuheuhe

bem observado, Daniel!!!

oliver disse...

Eu penso assim:

galileu via as crateras da lua na idade média.

Os americanos deixaram lá uns 4 ou 5 módulos, além do jipe.

Não é possível que desde galileu não tenhamos aqui na terra PELO MENOS UM telescópio capaz de tirar fotografia daquelas tranqueiras.

Mas, nada. Até hoje NADA.

Marcos Antônio Filho disse...

esse pr amim é um mistério, mas prefiro acreditar que foi, embora eu tenha dúvidas...

Felipão disse...

Bom...

O pessoal se apoia muito naquelas fotos em que a terra aparece minúscula... QUe ela deveria aparecer maior nessa época pela proximidade entre ambos...

um verdadeiro mistério...

Paulo Maeda™ disse...

uau, boiei geral agora na teoria do pessoal rs. Mas essa jogada de marketing da VW, nakeles tempos, foi fenomenal! rs Mot boa a tirada deles.

Hugo Becker disse...

Eu tenho certeza de que não foram. Várias coisas evidenciam isso. Há mais evidências do "não" do que para o "sim". Então, para mim não foram. De qualquer forma, só saberemos isso um dia se o homem decidir retornar à Lua, o que hoje seria bem fácil.

Mas essa propaganda é sensacional!

Frederico Cavalcante disse...

Ir à Lua é moleza. Quero ver ir no Complexo do Alemão de camisa da Tommy Hifigr, oculos Ray Ban e um iPhone e sair ileso!

Ron Groo disse...

Ah pensa bem.
Se conseguiram por gente pra morar em Diadema por que não na lua?

De Gennaro Motors disse...

HAHAHA sempre tem um fusca em algum lugar!

Teca disse...

"HAHAHA sempre tem um fusca em algum lugar!" e um bando de gente contando um monte de histórias...e fazendo suposições.

Beijos lunáticos.

Alysson Prado "Balo" disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alysson Prado "Balo" disse...

...A muito, muito tempo atrás numa galáxia muito, muito distante...

é bom lembrar que a maioria dos carrões americanos levam nomes de ônibus espacias e aeronaves famosas do exército americano, pena que nenhum deles se chamou FUSCA!

Abraço!