domingo, 19 de julho de 2009

Adeus, Henry Surtees



No sábado, durante a primeira corrida da etapa inglesa de F2, Henry Surtees conquistou o terceiro lugar -- seu melhor resultado na categoria. Correndo em casa, comemorou o resultado com o pai, o velho John Surtees, campeão da Fórmula-1 em 1964.

Infelizmente, no dia seguinte, Surtees se tornou vítima da roda de um adversário, que se soltou e o acertou na cabeça. Desacordado, virou passageiro do próprio bólido, que bateu no gard-rail e parou -- ainda tracionado -- à margem lateral de Brands-Hatch. Inclusive, no vídeo, percebe-se a marca deixada pelo pneu na parte frontal de seu capacete.

Antes do comunicado oficial do Hospital Real de Londres, Carlos Iaconelli -- via Twitter -- já lamentava o falecimento de Surtees, seu adversário na Fórmula-2. "O pior aconteceu a Henry! Um dia muito ruim para o esporte... para mim é ainda pior (...), eu estava atrás dele quando o acidente aconteceu ... eu vi tudo ..."

Com a quebra da ordem natural das coisas, só podemos lamentar por John Surtees, que, após sobreviver a um dos períodos mais perigosos da história do automobilismo, perdeu o filho em um momento relativamente seguro para o esporte.

Agradecimentos especiais, mais uma vez, à Teca que divulgou o link do acidente aqui no Blogsport.

Do Blog do Ico: "Foi no início deste mês que Henry Surtees pilotou o Fórmula 2 da equipe de seu pai no Festival de Goodwood. Foi com o Surtees TS10 que Mike Hailwood sagrou-se campeão europeu da categoria em 1972. (...)No festival, Henry desceu do carro empolgado. “Foi uma experiência fantástica. Pilotar em Goodwood foi a ponte ideal até a era das corridas do meu pai. Meu respeito pelo que os pilotos do passado faziam aumentou dez vezes hoje”.

12 comentários:

Frederico Cavalcante disse...

Lamentável, uma fatalidade...quem vê não imagina o tamanho do impacto desses à velocidade que o carro de Surtess vinha. RIP

Luís Augusto disse...

Incrível o azar do garoto. Uma pena.

Marcos Antônio Filho disse...

uma grande fatalidade, uma pena esse acidente, é triste e ao mesmo tempo confortante saber que ele morreu fazendo o que mais gostava. E coincidencia ou não, os carros da F2 são feitos pela Williams, mais uma vez envolvido em uma tragédia...

F-1 A.L.C. disse...

é o cûmulo do Azar!! mais já aconteceu... uma desgraça mesmo. John surtes deve estar inconsolável

Paulo Maeda™ disse...

bota azar nisso. Uma fatalidade até "besta" não é mesmo. Na hora pensei, não é possível q um carro desses não tenha akele cabo de aço que segure a roda caso ela se solte... Qdo vi o video, até estranhei a viseira do piloto estar aberta após ele bater na proteção de pneus (essa batida nem foi tão forte né?). Um colega meu me falou q esse acidente lembrou o de Tom Pryce (e realmente lembrou mesmo). Uma pena e o John deve estar inconsolável mesmo.

Felipe Maciel disse...

É uma sensação muito ruim você entrar para ver as notícias e ser surpreendido com uma tragédia em seu esporte favorito. Às vezes me esqueço desse alto risco, às vezes as coisas parecem ser realmente seguras, mas célula de sobrevivência não resolve tudo. Um acidente aparentemente inofensivo visto daquela câmera, mostrou-se uma infelicidade enorme. Foi muito azar, azar que tira a vida de um filho de campeão, que tinha seus objetivos e lutava por ele, tentando chegar onde seu pai também chegou, em outras épocas, em tempos bem mais perigosos.

oliver disse...

Só digo uma coisa, que pode parecer repetitiva,


isto é mortal.


Que o velho John encontre, não sei onde, forças pra superar.

Ron Groo disse...

Eu aceito que isto seja uma fatalidade, mas será que um dispositivo que segurasse a roda junto ao carro, como nas f1 não teria evitado?
Note no video que a roda do carro do Surtees também se solta.
É um problema de projeto.

Joel Marcos Cesetti disse...

Não gosto de acidentes fatais,mas concordo com o Ron, o pessoal deve colocar o dispositivo que não deixe as rodas voarem para que não se repita uma morte de um jovem piloto e com um grande nome.

Hugo Becker disse...

A todos os que falaram sobre o tal "cabo de aço" prendendo as rodas, tem um texto lá no meu blog... acho que vale a pena ser lido.

Gustavo disse...

Impressionante! Que triste fatalidade.

De Gennaro Motors disse...

Fiquei triste quando recebi a noticia ! uma pena mesmo!