segunda-feira, 22 de junho de 2009

Go, Bia!!!

Depois do acidente sofrido em Indianápolis, o carro de Bia Figueiredo ficou destruído. Por conta disso, a brasileira ficou de fora da prova em Milwaukee e só voltaria ao campeonato se conseguisse um novo patrocinador. Afinal, a base do automobilismo é dura com seus competidores, se tornando uma fonte de aprendizado "extra-pista".

Com a obtenção de parte dos recursos, a Sam Schimidt, sua equipe na Indy Light, iniciou uma corrida contra o tempo para colocar o carro em condições para a corrida noturna de Iowa. Depois de muito trabalho, Bia fechou a classificação na sexta posição.

Na prova, a piloto esteve em posições intermediárias até 15 voltas do fim, quando iniciou uma série de ataques. Primeiramente, ultrapassou Daniel Herrington e Mario Romancini, assumindo a segunda posição. Tornou-se líder, a sete voltas do fim, ao superar Wade Cuningham, seu companheiro de equipe.

Após essa vitória, a brasileira confessou que ganhou um ânimo extra para brigar pelo campeonato. Gosto dessas histórias de superação no automobilismo, ainda mais quando envolve alguém com o talento da Bia Figueiredo.

10 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

não entendo como as categorias americanas estão cheias de mulheres e na F1 só tivemos uma, e ainda nos setenta..

GP Oficina Mecânica disse...

Não estava sabendo dessa, muito legal...

F-1 A.L.C, vamos ver ano que vem, já temos duas possibilidades de mulheres na F1.

Carlos Eduardo Szépkúthy

Gustavo disse...

Garota de peito essa!

Marcos Antônio Filho disse...

Sou fã da Bia Figueiredo, e torço mto pelo o sucesso dela na Indy. Go Bia go!

Luís Augusto disse...

Tomara que ela dê a volta por cima!

Teca disse...

Ah... fiquei bem feliz pela Bia... superação admirável!

Beijos.

Bruno Santos disse...

A F1 já teve 5 mulheres, uma inclusive na década passada.
Legal essa história da Bia, acho que era a situação que faltava para ela se superar.
Ano que vem quem sabe a Indy (seria por isso que as especulações sobre a saída da 'Nanica' crescem a todo dia...medo da Bia...auehaueha)
Abraço.

Ron Groo disse...

Esta vai longe. Se bem orientada e com bons contratos é capaz de ganhar o campeonato principal da Indy e quem sabe, até as 500 milhas de Indianapolis.

Paulo Maeda™ disse...

Opa, Groo: ele tem como empresário o ex-piloto André Ribeiro, então ela está muito bem orientada.
Felipao, legal vc ter postado sobre a vitória da Bia, acabei passando em branco no meu e vou colocar um link lá encaminhando pra cá. E a Bia é uma garota de peito msm! rs Ela tem tudo pra estar na Indy em 2010 msm, foi opção dela ficar mais 1 ano na Lights pra ganhar experiencia. Flw

De Gennaro Motors disse...

hahaha as mulheres estão dominando ! parabéns BIA