sexta-feira, 17 de abril de 2009

Inocentado

E saiu o veredito. O piloto Helio Castroneves foi absolvido dos seis crimes de evasão fiscal dos quais era acusado nos EUA. A sétima acusação contra o piloto foi anulada pelo juiz Donald Graham, já que o júri não chegou a uma conclusão.

Agora, Castroneves viaja para Long Beach, onde retomará sua carreira a bordo de um terceiro Penske, de #12, apoiado pela Verizon Wireless.

7 comentários:

Bruno Santos disse...

Essa notícia eu estava aguardando mais que a própria decisão sobre os difusores, acho que por imaginar que o caso do Castroneves fosse mais dificil de uma resolução a favor do brasileiro.
Declaradamente uma boa notícia. Que ele possa retomar sua carreira em alto estilo, com ainda mais motivação, que o título desse ano pode ficar com ele.
Abraço.

Marcos Antônio Filho disse...

Esse veredicto foimuito parecido como do Michael Jackson, onmde todos achavam que ele não escaparia e escapou. Sei não...

Mas que ele agora aproveite o bom momento da Penske,que tá andando muito bem

Fábio Andrade disse...

Eu confesso que acompanhei o caso a distância, mas pelo clima instalado na blogosfera, achei que a condenação era certa.

Acabei me surpreendendo tanto quanto a galera que viu tudo de perto.

F-1 A.L.C. disse...

sei não... o leão é muito forte em gringolândia, acho que essa história ainda não acabou.

Felipe Maciel disse...

Enfim, o fim. Final feliz, que é o melhor. Não tinha como não se surpreender com o resultado, mas o que interesa agora é só voltar a correr. O Hélio está de volta.

Ron Groo disse...

Espero que aprenda que em países sérios as leis são respeitadas.
Ou ele achou que lá era igual aqui?
Agora é hora de retomar a carreira.

Ararê Ilustração disse...

Ótima notícia!