segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Quando o Lancia caiu no mar

Só para complementar o belíssimo histórico de Alberto Ascari, postado pelo oliver, algumas curiosidades do modelo D50 e a queda no Mediterrâneo.

Lembrando que o italiano era um homem bastante supersticioso e, talvez, tivesse razões para isso.

No GP de Mônaco de 1955, o piloto perdeu o controle do seu Lancia D50 e caiu no mar.

Entretanto, apesar de ter sido um acidente de grandes proporções, Ascari fraturou apenas o nariz.

Quatro dias depois, foi convidado pelo amigo Eugenio Castellotti, para acompanhar uma sessão de testes da Ferrari, que iria participar da Mille Miglia.

Fascinado pelo modelo, Ascari pede para experimentar a máquina.

Depois da terceira volta, perde o controle do carro, na saída da curva que hoje é conhecida como Variante Ascari.

A Ferrari capota e o piloto é arremessado longe, morrendo na hora.

Por uma incrível coincidência, naquele mesmo dia, trinta anos antes, Antonio Ascari (pai do piloto), havia sofrido seu acidente fatal, no Grande Prêmio da França.

Infelizmente, depois da morte de Alberto Ascari, a Lancia retirou-se da Fórmula 1.

A Fiat, dona da marca italiana, cedeu os modelos D50 e todo o pessoal técnico para a Ferrari.

Lembrando que, naquela época, a Ferrari ainda não pertencia ao Grupo Fiat.

Como resultado, Fangio foi campeão no ano seguinte, correndo com o D50.

O carro, que havia caído no mar, foi recuperado e utilizado normalmente por seus pilotos durante a temporada.

Mais fotos:
Foto 1, Foto 2, Foto 3 e Foto 4!

9 comentários:

Speeder_76 disse...

Uma incrível história, sem dúvida.

Felipão disse...

Valeu Speeder

Marcos Antônio Filho disse...

Essa eu não sabia,que história incrível,eu nem sabi a que a lancia disputou a F1,só conheço de Rallis...
Blogsport é cultura...automobilistica!

Teca disse...

Puxa... que história!

Pai e filho "juntos"...

Boa, Felipão!

Beijos.

oliver disse...

O Felipão sabe de todas as peculiaridades da história automobilística.

BELEZA de post, Felipão.

Fábio Andrade disse...

Eu preciso de um espacinho pra dizer uma coisa que eu tenho vontade há algum tempo:

VOCÊS SÃO FODA, BROTHER!

Obrigado pelo espacinho para desabafar e por nos trazer curiosidades que valem muito a pena!

Felipão disse...

Valeu galeeeeeeeera!!!

Vcs que são muito fera...

Isso que nos dá forças pra escrever...

Muito obrigado!!!

Ron Groo disse...

E foi este acidente que inspirou a famosa cena do Filme Grand Prix em que Pete Aron depois de bater no guard rail afunda com seu BRM no mesmo ponto.
Fantástico!

Felipão disse...

Excelente lembrança, Ron!!!