sexta-feira, 17 de outubro de 2008

O primeiro

Para comemorar os 60 anos, a Porsche expôs o exemplar número 1 da marca, no North American Concours d’Elegance. O evento reuniu colecionadores de carros mais premiados do mundo, no dia 14 de agosto em Peeble Beach, na Califórnia (EUA). O lugar é famoso por atrair praticantes de golf.

O esportivo foi concebido por Ferdinand ‘Ferry’ Porsche quando ele se convenceu de que não encontraria o carro dos seus sonhos. Carinhosamente chamado de Porsche número 1 pelos milhares de seguidores da marca, ele começou a ser criado em 1947, no período pós-guerra, em Gmünd, na Áustria.

Oficialmente conhecido como Bater 356-001, essa máquina ganhou belos contornos graças a Karl Rabe, um talentoso designer que trabalhou para o pai de Ferry no desenvolvimento do Volkswagen original. E foi dele que esse esportivo herdou suspensão, faróis e embreagem.

Já o motor quatro cilindros conhecido como ‘flat-four’ foi modificado para que os 25 cavalos de potência saltassem para 40 e a velocidade alcançasse incríveis 139 Km/h.


PS: Copiado da Teca.

12 comentários:

Luís Augusto disse...

Esse carro existe até hoje está em lugar de honra no museu da Porsche. Essa foto tem um detalhe interessante: no fundo, à direita, está um Fusca das primeiras séries do pós-guerra, sobre o qual ninguém tem notícia. Parabéns pelo post, Oliver!

Teca disse...

Nesse aí eu bem queria dar umas voltas...

"Sir" oliver, nem vem que você não copiou nada de mim não. Eu apenas divulgo o que vejo por aí, sem compromisso de autoria.

O que você NÃO me pede chorando, eu te dou sorrindo de felicidade, fofo!

Abraço apertado.

Ron Groo disse...

Porsche é carro.
o resto é condução. As vezes conduções maravilhosas. Mas só porsche é carro.

Teca disse...

O Luís é impressionante!

Além de dissertar muito bem lá no blog dele, tem um senso de observação impressionante!

Seria uma boa dica para um "Adivinhe que carro é esse"? Ano, marca etc etc.

Beijos.

oliver disse...

luís, se não me engano, este modelo chegou a ser fabricado no Brasil.

Vidro traseiro dividido ao meio, sistema elétrico de 6 volts.

Vou pesquisar sobre isto.

Talvez a gente tenha surpresas por aqui.


VALEU.

Felipão disse...

Que maravilha de texto, Teca!!!

Parabéns!!!

Luís Augusto disse...

Oliver, os últimos Fusca Split-Window e a maior parte dos Oval-Window que estão no Brasil foram montados pela Brasmotor, que hoje fabrica a linha Brastemp de eletrodomésticos. Quando eu falei que ninguém sabe onde está o Fusca da foto, me referia à quela unidade especificamente. Abração.

Luís Augusto disse...

Oliver, os últimos Fusca Split-Window e a maior parte dos Oval-Window que estão no Brasil foram montados pela Brasmotor, que hoje fabrica a linha de eletrodomésticos Brastemp. Quando eu falei que ninguém sabia o paradeiro do Fusca da foto, me referia especificamente àquela unidade. Teca, não tinha visto que o texto era seu, parabéns!

Luís Augusto disse...

Oliver, os últimos Fusca Split-Window e a maior parte dos Oval-Window que estão no Brasil foram fabricados pela Brasmotor, que hoje fabrica a linha de eletrodomésticos Brastemp. Quando me referi ao paradeiro do Fusca da foto, me referia àquela unidade especificamente. Teca, não tinha visto que o texto era seu, parabéns!

Felipão disse...

Eu nem imaginava que a Brasmotor havia montado esses Fuscas...

Show, Luís!!!

Teca disse...

Amigos, companheiros, colegas, blogueiros, sanfoneiros, batuqueiros, ou como queiram...

Houve um pequeno engano na interpretação desta postagem: quando o oliver disse "copiado da Teca", não significa que eu tenha escrito esse belo texto. Quem dera! Não que eu não seja capaz, mas é que eu simplesmente postei uma notícia que vi no G1 num desses fóruns da vida e o meu caro mestre viu, se empolgou, gostou e postou aqui. Daí o COPIADO DA TECA.

Enfim, apenas um esclarecimento básico. Vai que o cara do texto aparece aqui e queira me processar...

Ahahahahaha

Beijos!

Felipão disse...

Ahhhhhhhhh tah

Agora entendi Teca...

heuheuheuhe