quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Doação ou extorsão ?

Até onde foi noticiado, em face da morte cerebral da menina, a coisa ficou assim:

A - desligaram as máquinas, em função da "doação";

B - as máquinas ficariam ligadas, indefinidamente, caso a família não ACEITASSE doar os órgãos.

Ou seja:

- se doa, mata.

- se não doa, fica ali.

A família, o plano de saúde ou o estado que PAGUE A FORTUNA que custa uma UTI.

E DANE-SE.

8 comentários:

Teca disse...

E a "euforia" toda pós morte?

Treco "estranho" tudo isso...

Abraço.

Joel Marcos Cesetti disse...

É virou uma comoção nacional .

Mauricio Morais disse...

Putz Oliver...será isso mesmo? Bizarro e triste.

oliver disse...

Pior que é, Maurício.

Se não houvesse a "doação", os médicos manteriam as máquinas ligadas indefinidamente, sob pena de estar praticando a eutanásia.

Mas quando existe a "doação/extorsão", os médicos podem retirar os órgãos vitais TODOS, e não respondem pela eutanásia.


QUE POUCA VERGONHA.


E ainda querem que a doação seja um ato de amor.

Ron Groo disse...

Triste e revoltante.

Paulo Maeda™ disse...

triste e revoltante msm, mas o que poderia ser feito, se a família não ia ter grana pra manter ela viva?

Prefiro ficar com a imagem do bem q os órgãos dela fizeram a outras pessoas.

oliver disse...

Certo, Paulo.

Mas o que pretendi mostrar é a GRANDE FARSA da nossa sociedade e que o Ato Humanitário de Amor ao Próximo, da doação, está beirando a extorsão.

Se a família não tem grana, o estado (nós) pagamos.

Se tivessem dito:

- desligaremos as máquinas, quer doar ?

PERFEITO.

Tudo certo.

Já o contrário, como é feito, pra mim é hipocrisia.

Felipão disse...

E o pior de tudo, é que muitas vezes, pessoas abdicam de doar órgãos, pelo fato de acharem que vá para alguém sem escrúpulos, que paga lugar na fila...