quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Desempenhos excelentes

Chovia torrencialmente naquela tarde de 19 de Março de 1978, em Silverstone.

O local seria palco da 30ª edição da International Trophy, uma das provas extracampeonato mais tradicionais do calendário.

Durante as 40 voltas da disputa, houveram inúmeros acidentes que eliminaram os principais favoritos à vitória.

Para se ter uma idéia da tempestade, o austríaco Niki Lauda, da Brabham, atolou seu carro na lama durante a volta de apresentação.

Depois de liderar por algumas voltas, o novato Derek Daly, da Hesketh, abandona, após sofrer um acidente.

Assim, o caminho fica livre para o novato Keke Rosberg, da Theodore, que, em sua segunda participação na categoria, passa a liderar o GP.

O brasileiro da Copersucar, Emerson Fittipaldi, vinha logo atrás, tentando induzir o finlandês ao erro.

Entretanto, depois de 25 voltas, Rosberg vence, correndo como um veterano, impossibilitado qualquer tentativa de ultrapassagem por parte de Fittipaldi.

No detalhe, o Theodore-TR1 de Rosberg, que não era propriamente um carro de F1, mas, sim, uma versão adaptada de um Ralt de F2.

4 comentários:

Paiola disse...

MIDEEEEEEEA

Grandes tempos. Pena eu ter nascido nos fins de 80...

Pezzolo disse...

ahahaha blogueiro vizinho
tbm moro em santo andré

Luís Augusto disse...

Sempre admirei os pilotos finlandeses. Acho que, se aqui é o país do futebol, lá é o "país da velocidade".

Felipão disse...

Paiola:Graaaaaaaaaaaaande Rafa!!!

Pezzolo: eu acho que tínhamos nossos blogs linkados. Mas eu troquei de endereço, e, ainda por cima, perdi todos os endereços que tinha nos meus links favoritos. Estou te adicionando novamente

Luís: E por coincidência, tenho falado muito de finlandeses por aqui... hauhauau