terça-feira, 30 de setembro de 2008

Citroën DS 21

Bom, vamos tentar falar do carro, pois a patroa está aqui ao lado, olhando ressabiada.

Afinal, trata-se de um modelo inovador, que esteve a frente de seu tempo.

Os modelos da família DS, eram equipados com suspensão hidropneumática, que mantinha a mesma altura do solo, independente do peso e da posição da carga ou dos passageiros, dispensando, inclusive, o uso do macaco para troca de pneus.

Além disso, o comando da embreagem, da direção, do câmbio e dos freios, tinham assistência hidráulica.

O modelo da foto acima, o DS 21, foi fabricado entre 1965 e 1972, equipado com motor de 4 cilindros, 2,1 litros e 109 cv, capaz de atingir os 175 km/h.

Nos ralis, equipado com motor de 2,5 litros e 190 cv, obteve vitórias importantes no final dos anos sessenta, quando venceu em Angola, Marrocos, Austrália, Portugal, entre outras praças.

O modelo deu lugar ao DS 23, a partir de 1973, equipado, inclusive, com injeção eletrônica.

9 comentários:

Ron Groo disse...

Não é um Citroen este carro ai?
Bonito... A patroa está aqui do lado também...

Felipão disse...

Isso, Groo. Coloquei a montadora no título para não haver confusão

Abração.

Luís Augusto disse...

O termo DS foi escolhido porque o fonema, em francês, equivale a "deusa" (déesse), muito apropriado para a primeira foto.

Felipão disse...

Luis: CLAP CLAP CLAP

Teca disse...

Um belo modelo pra rali? Caramba! Tô boba...

Unindo o útil ao agradável, não é mesmo, Felipão?

Ahahaha

Beijos.

oliver disse...

Tem carro na primeira foto ???

Felipão disse...

Teca: Pois é, Teca. Colocaram o carro pra fazer o serviço sujo.

Tanto no rali, quanto aqui...

oliver: heuheuehueh

fiz de tudo pra falar do carro... quase que nçao consigo...

oliver disse...

Que carro ?

hahahaha

oliver disse...

Que carro ?

hahahaha