domingo, 21 de setembro de 2008

Brabham ventilador

Niki Lauda venceu com tanta facilidade o Grande Prêmio da Suécia de 1978, que a concorrência protestou e decretou o fim do projeto criado pelo legendário Gordon Murray.

O carro tinha o fundo totalmente vedado e, na traseira, um ventilador aspirava o ar que circulava embaixo do carro.

O projeto havia sido copiado de um Chaparral, projetado por John Barnard e pilotado por Jackie Stewart na série Cam-Am.

O Brabham acabou sendo proibido sob a alegação de falta de segurança.

A FIA concluiu que o ventilador, ao sugar o ar, produzia um efeito perigoso, arremessando pedras nos carros que vinham logo atrás.

3 comentários:

Luís Augusto disse...

O John Barnard foi um mago. Copiavam tudo o que ele projetava na Benetton.

Marcos Antônio Filho disse...

Até hoje essa poibição causa dúvidas,causava risco mesmo ou foi pra beneficiar a Lotus "Asa"...Essa foi uma invenção genial

Anônimo disse...

Dizem que o carro realmente projetava a sujeira da pista.

Isto, claro, era perigoso para quem vinha atrás.

Mas acredito que poderia ser facilmente resolvido com uma simples tela, que a proibição impediu.

Coisas assim me lembram frase de caminhão: "A inveja é uma m#rd#".