domingo, 24 de agosto de 2008

Sonífera ilha

Tudo bem que se trata de uma cidade portuária, que apenas lembra uma ilha.

Entretanto, o título dessa conhecida música, serve para ilustrar o que foi o Grande Prêmio de Valência.

Em uma das corridas mais sonolentas e monótonas do ano, Felipe Massa realizou um grande trabalho, vencendo com direito a um "hat-trick".

Fora isso, podemos apontar dois atropelamentos, como fatores principais da corrida.

O primeiro, foi provocado por Nakajima, que logo no início, tirou o piloto da casa, Fernando Alonso, da corrida.

Depois, o finlandês Kimi Raikkonen, saiu equivocadamente dos boxes, antes que fosse autorizado, atropelando um mecânico.

Entretanto, o finlandês foi punido pelo destino, que se incubiu de levar consigo o motor ferrarista.

Isso nos leva a uma questão bastante importante: -será que o motor de Felipe Massa voltará a explodir em Spa-Francochamps?

Talvez, o motor italiano seja o diferencial daqui para a frente.

E não falo isso positivamente, pois, como já foi visto em outros campeonatos, pode ser fator decisivo no caso de voltar a apresentar problemas.

Seria uma grande injustiça com o brasileiro, que virou especialista em vencer circuitos inaugurais, pois venceu as duas últimas estréias na categoria: Turquia, em 2006, e, agora, GP da Europa, em Valência.

4 comentários:

Ron Groo disse...

Bem... Foi uma corrida plasticamente muito bonita.
E só...
Desta vez deu pena do Kimi. Era só um sexto lugar, mas pô quebrar motor é frustrante.

Paulo Maeda ™ disse...

Sinal vermelho ligado pro motor do Massa msm hein. Imagina se isso acontece em Spa, com akelas longas acelerações nos trechos de estrada.
Massa venceu com méritos e Hamilton jah correu com o regulamento embaixo do braço, correndo pra somar pontos.
Até mais

Felipão disse...

Concordo com vcs dois...

e será a segunda corrida desse motor do Massa

Felipe Maciel disse...

Os pilotos da Ferrari vão ter que aprender a guiar no estilo Flingstones, porque usar motor agora é certeza de abandono.

O Luca di Montezemolo já deve tá sem voz...