terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Lotus realizou shakedown em Silverstone

Financiada por um consórcio de investidores malaios, a nova Lotus conseguiu cumprir suas metas e estreou hoje seu novo modelo no circuito de Silverstone, na Inglaterra.


O “shakedown” foi conduzido pelo piloto de testes da escuderia, o malaio Fairuz Fauzy.

Em primeira mão, o site da Revista Autosport publicou a imagem do carro, que leva as cores históricas da equipe britânica criada por Colin Chapman: o verde no estilo "British Green" e o amarelo.

O lançamento oficial do bólido está marcado para a próxima sexta-feira, em Londres. Já os primeiros testes devem acontecer no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha, durante a próxima semana.

8 comentários:

Leandro Montianele disse...

Essa Lotus malaia não me enche os olhos. Tem muito mais a cara da Minardi do que aquela grande equipe de Colin Chapman.

Marcos Antônio Filho disse...

eu gostei da cor,! agora se vai correr bem...isso já é outra história! colin chapman deve estar se remoendo lá no Pantanal...rs

Ridson de Araújo disse...

Ola galera do Blogsport! Quanto tempo, né?


Eu prefiro esperar o lancamento p/ postar algo sobre a Lotus, mas de cara gostei da cor do carro..repararam que os carros novatos em geral impressionaram pelo visual?


Dos velhos, preferi o da Williams.E vcs?

Apareçam lá no Historias e Velocidade! Abraços.

GP Oficina Mecânica disse...

Achei legal usarem as cores originais...

Mesmo não sendo a mesma Lotus, vai ser interesante...

Carlos Eduardo Szépkúthy

Tomas disse...

Oi BRUNO?
então, já te linquei no meu blog...
desculpa por nao ter visitado antes, mas agora comentarei sempre aqui..

sobre o novo lotus, acho que precisamos ver fotos melhores para tirar conclusoes concretas...

espero a sua visita lá no Blog Fórmula 1 e até mais!
abraço para a equipe tambem!

Tomás
http://theformula1-blog.blogspot.com/

Tomas disse...

ops... é oi Bruno!
(com exclamação)
hahha

Valeu

oliver disse...

O Leandro tirou as palavras dos meus dedos.

Ron Groo disse...

Gostei da disposição das cores originais que estampavam os carros da equipe, mas tenho medo do que podem fazer com este carro com cara de bomba.
Collim Chapman não merece.