quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Incansável

Um cabo de acelerador quebrado poderia resultar o final de corrida para um piloto qualquer.

Mas não para o lendário Juha Kankkunen.

Com o capô aberto, Kankkunen sobe no motor e vai acelerando direto no comando de injeção, enquanto o navegador Piironen cuida do volante, câmbio e freio.

Isso aconteceu em 1990, no Rali dos 1000 Lagos, na Finlândia.

10 comentários:

Fábio Andrade disse...

Inacreditável!

Teca disse...

Isso é (foi) incrível!

Campeão dos campeões! 4 títulos nas costas...

Beijos.

Daniel Médici disse...

Faz com que os pilotos de Fórmula 1 pareçam garotinhas andando de bicicleta...

oliver disse...

hahahahahahaha


Gostei da comparação.

Luís Augusto disse...

Mais um monstro finlandês para a galeria dos maiores pilotos da história.

Joel Marcos Cesetti disse...

Ótimo trabalho em equipe.

Ooutro qualquer já teria abandonado a prova.

Mauricio Morais disse...

Ele era demais. Foi ele que teve uma morte trágica num rali?

Luís Augusto disse...

Não, Maurício, ele ainda é vivo. O contemporâneo a ele que morreu tragicamente foi Henri Toivonnen, eu acho.

Felipão disse...

Isso mesmo, Luis...

e a morte dele, praticamente, decretou o fim do Grupo B...

Marcos Antônio Filho disse...

Incrível!
por isos que eu digo,pilot de Rali é muito macho!e totalmente louco!