quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Adeus Phil Hill

O estadunidense Philip Toll Hill Jr, campeão da F1 pela Ferrari em 1961 e tricampeão das 24 horas de Le Mans, morreu ontem, na Califórnia, vítima de complicações do mal de Parkinson.

Infelizmente, Hill nunca obteve o mesmo reconhecimento de outros campeões da categoria.

Tudo porque, no ano de sua consagração, houve uma tragédia envolvendo seu principal concorrente.

Seu companheiro de equipe na Ferrari, o alemão Wolfgang Von Trips, morreu durante a realização do GP da Itália, após se chocar com a Lotus de Jim Clark.

O título veio por apenas um ponto, sem a disputa que todos queriam na pista.

Os mais ressentidos passaram a desmerecer, injustamente, o título do ferrarista, apontando o feito como um equívoco do destino.

É certo que os feitos, depois da morte, aumentam bastante e, talvez, só agora, se faça justiça ao velho Phil, que obteve duas vitórias naquela temporada.

Descanse em paz, Phil Hill.

2 comentários:

Marcos Antônio Filho disse...

Phil Hill sempre foi considerado um campeão ruim(se é que existe algum campeão ruim),por muitos afirmarem que se Von Trips não tivesse morrido Hill seria apenas um coadjuvante.Mas um tricampeão das 24 horas de Le Mans não merece ser tratado como ruim.Que descanse em paz,Phil,talvez agora você tenha o seu devido valor.Infelizmente...

Felipão disse...

Maravilha de palavras, Marcos...

E essa idéia de campeão ruim, é válida também para Hulme, Jones, Rosberg, Villeneuve e Damon Hill...

Só para citar alguns campeões que são subestimados